University of Southern Denmark
Portuguese -> Pre-analyzed Portuguese sentences  Visual Interactive Syntax Learning  
Syddansk Universitet
 
Portuguese VISLSentence AnalysisEdutainmentCorporaDictionariesMachine Translation

Printer-friendly version

  Pre-analyzed Portuguese sentences

Floresta Sintá(c)tica sentences (Newspaper corpus treebank)

This treebank is a joint venture (Floresta Sintá(c)tica) between the Portuguese section of VISL and the project (Processamento computacional do português).

The corpus is based on a 1 million word excerpt from the CETEMPúblico corpus, and consists of manually proof-read PALAVRAS-output, using modified Constraint Grammar category labels. Extensive documentation is available on the project site, as well as a FAQ list and download links.

Browse the sentences:
Newspaper corpus treebank (Floresta)
Enter search string:

Visualization: Notational convention:
In the box above, you can type in either a whole sentence from the pre-analyzed set, or a unique string from the sentence, or the relevant identifying code found at the left of each sentence. Alternatively, you can click on the icon to the left of each sentence, if there is one.
AC/DC closed corpus

  C1-1 Um revivalismo refrescante

  C1-2 O 7 e Meio é um ex-libris da noite algarvia. CG or comment

  C1-3 É uma das mais antigas discotecas do Algarve, situada em Albufeira, que continua a manter os traços decorativos e as clientelas de sempre. CG or comment

  C1-4 É um pouco a versão de uma espécie de outro lado da noite, a meio caminho entre os devaneios de uma fauna periférica, seja de Lisboa, Londres, Dublin ou Faro e Portimão, e a postura circunspecta dos fiéis da casa, que de ela esperam a música geracionista dos 60 ou dos 70. CG or comment

  C1-5 Não deixa de ser, n os tempos que correm, um certo very typical algarvio, cabeça de cartaz para os que querem fugir a algumas movimentações nocturnas já a caminho da ritualização de massas, do género vamos todos ao Calypso e encontramos-nos na Locomia.

  C2-1 E assim, aos 2,5 milhões que o Ministério do Planeamento e Administração do Território já gastam no pagamento do pessoal a estes organismos, vêm juntar-se os montantes das obras propriamente ditas, que os municípios, já com projectos na mão, vêm reivindicar junto do Executivo, como salienta aquele membro do Governo.

  C2-2 E o dinheiro não falta só às câmaras, lembra o secretário de Estado, que considera que a solução para as autarquias é especializarem-se em fundos comunitários.

  C2-3 Mas como, se muitas não dispõem, nos seus quadros, dos técnicos necessários?

  C2-4 Encomendem-nos a projectistas de fora porque, se as obras vierem a ser financiadas, eles até saem de graça, já que, nesse caso, os fundos comunitários pagam os projectos, o mesmo não acontecendo quando eles são feitos por os GAT, dado serem organismos do Estado. comment

  C2-5 Essa poderá vir a ser uma hipótese, até porque, no terreno, a capacidade dos GAT está cada vez mais enfraquecida.

  C2-6 Alguns até já desapareceram, como o de Castro Verde, e outros têm vindo a perder quadros.

  C2-7 Um arquitecto para 800 Km2

  C3-1 Orelhas para os computadores

  C3-2 O primeiro fabricante mundial de ratos para computador, a empresa suíça Logitech, apresentou esta semana numa feira especializada que teve lugar em Basileia (Suíça) um equipamento periférico denominado Audioman que permitirá dotar os computadores de orelhas.

  C3-3 Segundo a empresa, o aparelho permite que o aparelho grave e transcreva a voz humana.

  C3-4 Estamos a dotar os computadores de um novo sentido disse Steve d’ Averio, director de marketing para a Europa da Logitech. comment

  C3-5 O Audioman foi desenvolvido na Suíça em apenas sete meses e compõe-se de um microfone e de um altifalante que se podem acoplar facilmente a um computador, devendo ser comercializado ao preço de 290 francos suíços[28s] .

  C4-1 Junqueiro foi ainda confrontado com o facto de não ter falado com o ministro antes de avançar com a proposta.

  C4-2 João Cravinho, que integra a comitiva de Jorge Sampaio na visita de Estado a Moçambique, ainda não reagiu à carta que o dirigente socialista lhe enviou.

  C4-3 Não estou a ver que, para emitir uma opinião, nós tivéssemos de informar previamente o ministro, afirmou.

  C4-4 O senhor ministro interpretará esta sugestão como entender.

  C4-5 Junqueiro recordou que, nas últimas autárquicas, o IGAT suspendeu as suas actividades um mês antes das eleições.

  C4-6 João Pedro Henriques

  C5-1 Além do Museu do Ar, o projecto gira em torno de o parque temático propriamente dito.

  C5-2 A zona lúdica, com os divertimentos, áreas comerciais de souvenirs e de restauração, compreende espaços distintos para os vários temas, ainda em análise, tais como Portugal, Japão, Brasil, África e Far-West.

  C5-3 Os quatro primeiros temas destinam-se a mostrar o papel de Portugal no mundo e o quinto, o único sem relação com a história nacional, é justificado por a experiência de Barcelona (Port Aventura) , que regista assinalável sucesso.

  C5-4 Uma zona petting anexa, em cooperação com o Jardim Zoológico de Lisboa, destina-se a permitir o contacto das crianças com animais.

  C5-5 Tudo, claro está, muito arborizado.

  C5-7 Seis milhões em dez anos

  C5-8 O museu, a desenvolver sob orientação de uma comissão de notáveis, dirigida por o Presidente da República, está orçado em seis milhões de contos, valor incomportável para a Força Aérea.

  C5-9 De aí que a Cameron Hall tenha caído do céu.

  C5-10 A proposta é muito bem vista, porque será mais vantajosa do que se houver só um pólo de interesse no local, afirmou o major Carlos Barbosa, das relações públicas da Força Aérea, admitindo que, com o parque temático, se o interesse for diversificado, toda a gente fica a ganhar.comment

  C6-1 A pouco mais de um mês do lançamento nacional do Rendimento Mínimo Garantido (RMG) , o número de famílias abrangidas por os projectos-piloto deste programa de apoio aos agregados mais desfavorecidos não pára de aumentar.

  C6-2 O último diagnóstico elaborado por a Comissão Nacional do RMG não deixa dúvidas:

  C6-3 7.777 famílias, totalizando 26.668 pessoas, estão já a usufruir do rendimento destinado a garantir condições consideradas mínimas de sobrevivência e reinserção de cidadãos excluídos socialmente.

  C6-4 O balanço -- a que o Público teve acesso-- traçado por a comissão revela que o número de pessoas abrangidas por o RMG aumentou 36 por cento relativamente a o último balanço de 30 de Março.

  C6-5 Este crescimento resulta da opção de alargar o número de projectos-piloto, de modo a cobrir uma parte do território nacional até ao dia 1 de Julho, referiu ao Público o presidente da Comissão Nacional do RMG, Paulo Pedroso.

  C6-6 Para tal, referiu aquele responsável, foram montadas mais estruturas, mais zonas estão abrangidas e, por isso, mais pessoas se podem candidatar. comment

  C6-7 E tantos foram os candidatos que o período destinado a testar a aplicação do RMG acabaria por ceder lugar a um processo efectivo de financiamento. comment

  C6-8 A instituição deste direito só será, contudo, efectivado depois do lançamento nacional do projecto dentro de pouco mais de um mês.comment

  C7-1 Mais metafórico foi o secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Adriano Pimpão, que comparou o acordo a uma embraiagem.

  C7-2 Porque é a embraiagem que põe o motor em contacto com as rodas que geram o movimento, que para nós é o desenvolvimento. comment

  C7-3 Para que não surjam avarias, Pimpão pediu aos presentes que se empenhem na execução dos termos do acordo, sob pena de a embraiagem se transformar em travão.

  C8-1 A propósito, no Museu da Segunda Guerra Mundial, que aí foi aberto, a história da maior guerra no continente europeu começa com a fotografia de Estaline a cumprimentar o ministro dos Negócios Estrangeiros da Alemanha nazi, ou seja, a guerra começa com a assinatura do Pacto Molotov-Ribbentrop.

  C8-2 Em a cerimónia de inauguração do edifício, Ieltsin declarou perante mais de cem mil pessoas que a Rússia está perto de a estabilidade política e que todos os problemas podem ser resolvidos à mesa das conversações.

  C8-3 Talvez entusiasmado por a festa da vitória, o Presidente russo afirmou que chegará o dia em que a Rússia ajudará o Ocidente.

  C8-4 As cerimónias oficiais terminaram com desfiles militares e recriações de combates aéreos entre os aviadores soviéticos e alemães.

  C8-5 A festa da oposição

  C9-1 Co-produção franco-egípcia, O Emigrante inspira-se na história de José, filho de Jacob, contando o percurso de Ram que, há 3000 anos, decide abandonar a sua terra árida para se instalar no Egipto dos faraós, centro da civilização. comment

  C9-2 Tomando a defesa do filme de Chahine, numa sala atulhada, o bastonário dos advogados, Ahmed al-Khawaga, replicou que o realizador egípcio se inspirou na história de José, mas não se afastou das palavras do Corão que evoca, em termos claros, as propostas feitas ao profeta por a esposa do mestre que o comprou à chegada ao Egipto.

  C9-3 Quanto a as acusações contra a França, o advogado de defesa passou também à ofensiva:

  C9-4 Eu não sou francês para falar da cultura francesa, mas sei que ela deu uma contribuição importante à cultura egípcia.

  C9-5 E uma vez que um dos nossos artistas conclui um acordo com um artista francês, isso não nos desonra.

  C10-1 Título:

  C10-2 The Music of Chance Autor:

  C10-3 Paul Auster

  C10-4 O último romance de Paul Auster-- que ainda não está traduzido.

  C10-5 Nashe encontra Pozzi, um jogador, com quem inicia um póquer extravagante.

  C10-6 Faber and Faber

  C11-1 Em o imenso desacerto que foi a defesa do Penafiel, o capitão Vasco foi o homem que ainda segurou as pontas.

  C11-2 Seguro, eficiente, decidido -- tivesse o Penafiel outro Vasco e provavelmente o resultado teria sido outro. comment

  C11-3 VALTINHO-- Foi dos melhores jogadores do Penafiel, este brasileiro de pernas altas.

  C11-4 De os seus pés ainda nasceu alguma coisa, embora o resto da equipa não ajudasse grande coisa.

  C11-5 Lutou como lhe vemos poucas vezes e ainda teve nos pés uma boa oportunidade de golo, mas teve que rematar em jeito e não em força, como gosta mais.

  C12-1 A aumentar a confusão geral nos meios jornalísticos, chegou entretanto às redacções um outro fax, este assinado por o deputado Pacheco Pereira, em que se afirma:

  C12-2 A frase que o senhor primeiro-ministro leu, não foi ele -- fui eu. comment

  C12-3 Há quem defenda, no entanto, que se trata de um fax apócrifo, realmente escrito por o deputado José Magalhães, o qual teria, aliás, imitado a letra do ex-deputado António Barreto. comment

  C12-4 Fontes fidedignas -- que o mesmo é dizer, não jornalísticas-- garantiram entretanto que, entre as frases atribuídas ao senhor primeiro-ministro que, de facto, lhe não pertencem estão o comentário ao congresso Portugal e o futuro, a resposta ao deputado Adriano Moreira quando este o interrogou sobre a sua concepção de federalismo e -- até! -- a contestada frase sobre a fidedignidade dos jornalistas.

  C13-1 O Benfica voltou ontem a vencer o Lokomotiv de Moscovo por a diferença mínima (3-2) , passando aos quartos-de-final da Taça das Taças em futebol.

  C13-2 O jogo chegou a estar complicado para a equipa de Paulo Autuori, essencialmente porque o Lokomotiv marcou muito cedo (8' ) e os jogadores portugueses não conseguiam adaptar-se ao estado do relvado.

  C13-3 Mas a expulsão prematura e estúpida de Gurenko, quando ainda não estava decorrida meia hora de jogo, seguida, pouco depois, da entrada de Panduru, foi o suficiente para dar a volta ao resultado.

  C13-4 O Benfica apresentou o seu esquema habitual, com Jamir e Tahar mais recuados e insistindo com a utilização de Valdo na esquerda.

  C13-5 Em contrapartida, o Lokomotiv actuava com três centrais, com o líbero Chugainov, como habitualmente, a comandar o jogo e o lateral-esquerdo Solomatin muito activo.

  C13-6 Muito bem estavam também os três médios -- Maminov, Drozdov e Kharlachev-- , desempenhando Kosolapov as funções de pivot do ataque. comment

  C13-7 Por isso, e também porque os russos estavam mais bem adaptados ao muito enlameado e escorregadio relvado, o Lokomotiv era mais rápido sobre a bola, ganhando a maior parte dos duelos na zona fulcral do terreno, situada entre o meio-campo e a defesa do Benfica.

  C14-1 O cocktail que Juppé condena é bem real.

  C14-2 Mas é-o apenas porque este Governo e esta maioria, escolheram, desde Agosto do ano passado, a imigração e a política da imigração como ponto de clivagem política para as próximas legislativas, ontem mesmo marcadas para Março de 1998, em simultâneo com as regionais.

  C14-3 Um endurecimento nítido existe desde então neste terreno altamente perigoso.

  C14-4 E a razão desta escolha é, obviamente, a progressão demente da Frente Nacional, que prospera sempre a apontar o imigrante como bode expiatório e simultaneamente como a fonte de todosos males do povo francês.

  C15-1 Surpresa e sugestões para o futuro

  C15-2 Foi com estupefacção e surpresa que li, na edição do passado fim-de-semana, os comunicados da direcção e da administração deste jornal.

  C15-3 Sou um leitor assíduo e atento do Público, desde o primeiro número, e não poucas vezes tenho manifestado opiniões nas suas páginas, o que me leva agora a emitir o meu pensamento sobre o jornal, sobre quem o faz e sobre os ditos comunicados. comment

  C15-4 O Público veio dar à imprensa diária portuguesa uma nova dimensão e, por o seu aparecimento, obrigou os grandes (JN e DN) a reformular a sua postura e também o seu grafismo.

  C16-1 Concertos em mi menor, RV 277 (Il Favorito) , em mi bemol, RV 253 (La tempesta di mare) , em lá maior, RV 353, em mi maior, RV 271 (L' amoroso)

  C16-2 Monica Huggett

  C16-3 London Vivaldi Orchestra (1984)

  C17-1 Tal como na última final do Campeonato do Mundo, disputada em Nova Iorque e Lion, Kasparov tenta apresentar-se como o bom reformador contra o mau conservador (Karpov ) .

  C17-2 A FIDE, que organiza a competição desde 1948, declarou estar pronta para defender os seus direitos em tribunal, e acusou Kasparov e Short de privilegiarem os seus interesses económicos ao tentarem conseguir uma verba superior à oferecida por a cidade de Manchester para organizar a final e que rondava os 250 mil contos.

  C17-3 Este golpe de Estado deixa céptica a maior partedos grandes mestres de xadrez (cerca de 300 em todo o mundo) , que esperam ver a situação clarificada, independentemente da parte que acabe vencedora. comment

  C17-4 Por outro lado, a expulsão de Kasparov, detentor do título mundial desde 1985, criará dificuldades à FIDE para convencer Manchester a acolher uma falsa final entre Karpov e Timman.

  C17-5 Isto no caso de os dois xadrezistas aceitarem o convite.

  C18-1 A bem dizer, todos têm razão.

  C18-2 O árbitro porque o terreno de jogo estava quase impraticável.

  C18-3 Henrique Calisto porque o terreno estava quase impraticável, o Leixões defendera o adiamento da partida antes do seu início e tinha menos um homem em campo que o adversário, por expulsão de Sérgio.

  C18-4 Eurico e Milton Areal porque o terreno estava quase impraticável, mas nem melhor nem pior do que na primeira metade do encontro e o Tirsense parecia mais fresco e estava em situação de vantagem numérica.

  C18-5 Quanto a o jogo, ele dividiu-se em dois períodos distintos: antes e depois da expulsão de Sérgio.

  C18-6 Antes, o Leixões marcou um golo, por intermédio de Maurício, na sequência de um canto apontado por Barriga, e foi a equipa que melhor se adaptou às condições do terreno.

  C18-7 Depois, o Tirsense tomou conta da partida, criou várias situações de golo e conseguiu a igualdade através de uma grande penalidade marcada por Rui Manuel, a castigar carga de Correia sobre Batista.

  C18-8 Com o dilúvio como pano de fundo, o empate traduz de forma feliz um jogo que ficou no meio.

  C19-1 Durante a análise do relatório de actividades passadas, foram identificadas como principais insuficiências a ausência de uma orientação nacional junto dos quadros técnicos, e o fraco recrutamento e pouca contribuição na área da Ciência e Tecnologia. comment

  C19-2 Helena Pereira

  C20-1 Aliança Atlântica Pp quer plena integração da Espanha na Nato

  C20-2 O Partido Popular (Pp), vencedor das eleições de 3 de Março, quer a plena integração da Espanha na Aliança Atlântica, organização a que Madrid aderiu em 1982, sem, no entanto, englobar as suas forças militares nas da Nato, de acordo com os resultados do referendo de 1986.

  C20-3 Um processo que ocupará os próximos ministros da Defesa e das Relações Exteriores e que não terá a oposição dos socialistas de Felipe González, a segunda maior força política do país.

  C21-1 O russo será uma das seis línguas principais usadas por João Paulo II amanhã e depois, no Encontro Mundial da Juventude, no Santuário Mariano de Czestokowa, onde se prevê a presença de um milhão de jovens, o dobro dos que há dois anos se congregaram em Santiago de Compostela. comment

  C21-2 É que, além de a proximidade geográfica da URSS e dos outros países do Leste, muita coisa aconteceu nos últimos 24 meses na grande Casa Comum Europeia.

  C21-3 A o chegar, às 9 horas (TMG) de hoje, ao aeroporto de Cracóvia, João Paulo II será recebido com um mínimo de formalidades.

  C21-4 É a quinta vez que Karol Wojtyla pisa, como Pontífice, o solo da sua pátria.

  C22-1 Carrington fez sempre questão de salientar que as hipóteses de sucesso do cessar-fogo dependem sobretudo dos beligerantes.

  C22-2 «Se for firmado, ninguém ficará mais contente do que nós.

  C22-3 Eu tentei, o senhor Vance tentou, se for respeitado, urrah!", comentou.

  C22-4 Mas se falhar?

  C22-5 «Ninguém fez mais até agora do que o secretário Vance.

  C22-6 Devemos tentar».

  C22-7 E lançou um alerta:

  C22-8 «A situação pode ser potencialmente horrível.

  C22-9 Sabe-se lá o que pode acontecer na Bósnia se o acordo falhar..."

  C23-1 Religiosos haitianos dizem basta

  C23-2 Adelino Gomes, em Port-au-Prince

  C23-3 Pela primeira vez no Haiti um padre foi assassinado por motivos políticos.

  C23-4 Uma mensagem dos militares no poder para mostrarem quem ainda manda no país, interpretam meios eclesiásticos, que reafirmam a disposição de continuar a luta «por a libertação do povo haitiano».

  C23-5 A Conferência Haitiana de Religiosos, cuja direcção é tida por moderada, vem respondendo ao crime com jejum, orações, missas ao ar livre e homilias em que o engajamento do padre Jean-Marie ao lado de os «pobres e oprimidos» é apontado como exemplo.

  C23-6 Pode vir a ser o ponto de viragem na Igreja, cuja hierarquia, com a excepção de um único bispo, prefere os militares golpistas a Aristide, o Presidente eleito democraticamente, ele próprio um padre que os salesianos expulsaram da ordem.

  C23-7 Há, no ar, uma certa ideia de invasão.

  C24-1 Terça-feira de Carnaval: Cavaco não «dá» feriado

  C24-2 Cavaco Silva não assinou o habitual despacho que dá tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval-o que significa que, ao contrário de o que é tradicional, este ano não há o feriado do Entrudo.

  C24-3 Ontem, começou a chegar às direcções-gerais (através de uma circular) a informação de que o dia 23 será um dia «normal» para os funcionários públicos.

  C24-4 Registe-se que a terça-feira de Carnaval não é um feriado legal, mas tão-só «tradicional»: ou seja, todos os anos o primeiro-ministro tem que produzir um despacho, publicado em" Diário da República", em que decreta a tolerância de ponto.

  C24-5 Este ano, eventualmente condicionado por a polémica que o opõe ao Presidente da República em torno de os feriados (recorde-se que Soares enviou a lei para o Tribunal Constitucional) Cavaco decidiu, pura e simplesmente, «acabar» com a terça-feira de Carnaval.

  C24-6 Aliás, era contra as «terças-feiras», propiciadoras de sugestivas «pontes», que a lei governamental mais se batia...

  C25-1 Desde 1990 que estava na mesa a reformulação das «secretas».

  C25-2 A primeira intenção do Governo era ver legislado algo que, ignorando a lei, era um facto desde o início: a inexistência efectiva do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED), que nunca foi mais que uma alínea da lei-quadro nunca levada à prática.

  C25-3 Com argumentos economicistas e de operacionalidade, o Executivo de Cavaco Silva sempre se escusou a concretizar o SIED, cujas competências foram, entretanto, transferidas para o SIM (Serviços de Informações Militares), por via de um polémico acto administrativo do Governo, que assim chamava a si matérias da exclusiva competência da AR.

  C25-4 Ou seja, em dez anos, nunca a Lei dos Serviços de Informações foi integralmente cumprida, com uma estrutura que estava «em o papel» sem existência prática (o SIED) e outra que assegurava as funções da primeira (a Dinfo).

  C25-5 Facto que, ao longo de o tempo, foi repetidamente denunciado, tanto por os partidos da oposição (onde se destacaram o PCP e o PS), como por o Conselho de Fiscalização dos Serviços de Informações nomeado por a AR.

  C26-1 O caso ocorreu numa noite de 1978, na ilha de Carvalo, ao largo de a Córsega.

  C26-2 O príncipe jantava com amigos num restaurante deste paraíso para milionários, quando um grupo barulhento de jovens da alta sociedade italiana acostou na enseada de Palma, ao lado de o seu iate, o L'Aniram.

  C26-3 Os advogados da defesa sublinharam no processo que este facto perturbou altamente o «senhor de Sabóia».

  C26-4 Em aquele ano, as Brigadas Vermelhas (BR) estavam no auge da actividade terrorista, o líder cristão-democrata Aldo Moro acabara de ser raptado, e o príncipe -- proibido de entrar em Itália desde o exílio do pai em 1946 -- teria mesmo recebido ameaças das BR.

  C26-5 Uma vida por um barco

  C26-6 O certo é que, pouco depois, Vítor-Emanuel apercebeu-se que um barco pneumático fora deslocado do seu iate e atracado ao Cocke, o navio dos jovens italianos.

  C26-7 «Irritado com este acto de apropriação», foi buscar uma espingarda US 30 semiautomática, utilizada em safaris, e 31 cartuchos, e dirigiu-se para o Cocke.

  C26-8 Um dos jovens, Nicola Pende, acorda com um grito:

  C26-9 «Roubaste o meu barco, vais pagar."

  C26-10 Pouco depois, o príncipe aponta-lha arma ao ventre.

  C26-11 Em a confusão que se segue, parte um primeiro tiro, depois um segundo, e os dois homens caem ao mar.

  C27-1 A bordo do veleiro polaco Dar Mlodziezy, patrocinado por a Cutty Sark, os tripulantes e passageiros tiveram que esperar até às 13 horas de ontem para, finalmente, pisarem o cais.

  C27-2 Ancorado fora de o porto de Cádis durante toda a noite, o grande veleiro foi tomado de assalto por os 18 passageiros portugueses a cantar fados até de madrugada.

  C27-3 Desde as 10 horas da manhã, as manobras de entrada do porto eram aguardadas ansiosamente e por três horas toda a guarnição permaneceu no convés, pronta para receber ordens do piloto a bordo do rebocador que coordenou as manobras de atracação ao lado de o veleiro Esmeralda, da armada chilena.

  C27-4 Os organizadores da regata ainda davam os últimos retoques nas instalações à volta de o porto quando a frota desembarcou.

  C27-5 Várias tendas ofereciam os mais variados serviços aos tripulantes, como restaurantes, cabines telefónicas, serviços bancários e de correios enquanto na sala de imprensa os empregados da Telefónica ainda instalavam os telefones e máquinas dfa para o batalhão de jornalistas que chegou à cidade.

  C27-6 Mesmo com a confusão administrativa da escala, o «show náutico» continua a todo o pano por quatro dias.

  C28-1 A Netscape Communicationns decidiu adquirir a Collabra Software por 108,7 milhões de contos (16,3 milhões de contos).

  C28-2 A Collabra edita o «groupware» e o «software» que permitem compatibilizar diversas redes de computadores, nomeadamente as que existem no interior de uma mesma empresa.

  C28-3 Os termos concretos da transacção não foram tornados públicos mas os analistas coincidem na interpretação deste negócio como mais um passo da Netscape para transformar a Internet num meio privilegiado de comunicação e informação à escala mundial.

  C28-4 A Netscape é o mais importante fabricante de «software» de navegação para a Internet.

  C28-5 LG Electronics desce preços

  C28-6 A LG Electronics, o terceiro maior fabricante sul-coreano de informática, decidiu reduzir os preços dos seus computadores pessoais.

  C28-7 A decisão visa tornar mais competitivos os produtos da empresa, que está a sofrer uma forte concorrência dos seus principais concorrentes.

  C28-8 As descidas oscilam, consoante os produtos, entre 9,8 e 26,9 por cento.

  C28-9 Durante o primeiro semestre do corrente ano, o mercado de computadores pessoais da Coreia do Sul registou um aumento de 42 por cento relativamente a idêntico período do ano transacto, num montante de 1300 milhões de dólares (195 milhões de contos).

  C28-10 Acordo na Holanda

  C29-1 O anúncio divulgado na sexta-feira por a OMS dizia que uma série de testes iniciais, realizados por o Instituto Pasteur de Paris, em amostras de sangue das primeiras nove pessoas a morrerem eram consistentes com o diagnóstico de febre de Ebola.

  C29-2 Esse mesmo diagnóstico já tinha sido feito a título provisório apenas com base em os sintomas dos doentes.

  C29-3 Uma equipa daquela organização encontra-se desde sexta-feira passada na região para examinar as vítimas e colher amostras.

  C29-4 O Governo gabonês, num comunicado em que dá conta da existência de «uma epidemia» na região, pede aos habitantes que não evacuem os doentes nem para a capital da província, Makokou, nem para a capital nacional, Libreville, e que alertem para qualquer novo caso as autoridades sanitárias, para que estas possam providenciar o tratamento dos doentes «in loco».

  C29-5 Recomenda-se ainda às pessoas que não toquem com as mãos nuas nem nos doentes nem nos mortos e que evitem o contacto com o seu sangue, vómitos e excrementos.

  C31-1 (Dancing Nacofino, no Algarve)

  C31-2 Um naco fino

  C31-3 Sempre que surge um problema, chamam-na.

  C31-4 Lá vai Dolores Faísca ver o que se passa à porta do Nacofino.

  C31-5 Às vezes acontece, mas «normalmente nunca há problemas graves».

  C31-6 Cá dentro ninguém se apercebe de que um teimoso ébrio quer impor a sua presença.

  C31-7 O homem insiste, meio zonzo, a patroa não cede e ele acaba por ir-se em grande dificuldade.

  C31-8 Também mal atina com as manobras precisas para sair do parque de estacionamento privativo do «dancing».

  C31-9 Acaba por se lançar à estrada dos Quatro Caminhos rumo a Quarteira, sem temer o «balão» que agora transforma sopros em cadeia.

  C31-10 Faz frio.

  C31-11 São 2h25, já só resta um casal à mesa.

  C31-12 A as 0h00 eram quatro.

  C32-1 China condiciona

  C32-2 As relações de Hong Kong com a China estão a condicionar a evolução do mercado accionista local.

  C32-3 São as trocas comerciais, o novo aeroporto internacional, entre outros aspectos.

  C32-4 Os investidores, cada vez mais sensíveis, estão a reagir prontamente não tomando posições.

  C32-5 Assim, está a registar-se um abrandamento na procura com a consequente queda das cotações.

  C32-6 O índice Hang Seng caiu 2,47 por cento, fechando nos 5481,61 pontos.

  C33-1 Bruxelas adia fiscalidade dos combustíveis

  C33-2 Harmonização «inoportuna»

  C33-3 A Comissão Europeia considerou ontem «politicamente inoportuno» avançar com uma proposta de harmonização dos impostos sobre os produtos energéticos que, a concretizar-se, poderia provocar um aumento do gasóleo em Portugal de quase 25 escudos em 2002.

  C34-1 Os moradores são convidados a fazer desde logo a separação dos lixos -- condição necessária para o êxito do projecto --, que depois serão recolhidos por viaturas equipadas a preceito.

  C34-2 Em este sistema, a recolha fará-se «uma vez por semana para os materiais orgânicos e três por semana para os restantes resíduos domésticos».

  C34-3 Em Gondomar, a experiência começará com sacos de plástico em vez de cestos, por vontade da própria autarquia.

  C34-4 Ao mesmo tempo, irá manter-se a recolha indiferenciada tal como hoje a conhecemos.

  C34-5 Tendencialmente, o caminho será para aprofundar a recolha selectiva», acentuou o mesmo responsável da Lipor.

  C34-6 Este sistema de recolha adequa-se a edifícios baixos, com poucos pisos.

  C34-7 Em os prédios com muitos andares, haverá um ecoponto para todos os moradores.

  C34-8 «O único trabalho das pessoas é separar o lixo e colocar nos dias certos os contentores e cestos para serem recolhidos.

  C34-9 O resto é com nós, garante a Lipor.

  C34-10 Em a Maia, cada morador receberá esses recipientes pessoalmente, da mão de funcionários municipais, enquanto alunos dos cursos de Relações Públicas e Psicologia do Instituto Superior da Maia explicarão como funciona o sistema.

  C34-11 Esta acção poderá começar já em Julho, «com abordagens porta a porta.

  C35-1 Para muitos analistas o verdadeiro problema é o facto de não se poder falar do desenvolvimento da economia palestiniana como um facto isolado, porque ele só faz sentido integrado no desenvolvimento de todo o Médio Oriente.

  C35-2 E aí colocam-se novas dúvidas:

  C35-3 que tipo de relação económica se poderá estabelecer entre Israel e os seus vizinhos árabes?

  C35-4 Será prematuro falar numa comunidade económica entre a Jordânia, os territórios palestinianos autónomos e Israel?

  C35-5 Alguns especialistas defendem que o Estado judaico deverá privilegiar as relações económicas com o Ocidente, ao contrário de os palestinianos;

  C35-6 outros defendem precisamente o contrário.

  C35-7 Fundamental para os palestinianos é a abertura de novos mercados, tanto a Ocidente como a Oriente -- e em Israel -- para os produtos que, apesar de os óbvios problemas da sua agricultura e da indústria, venham a produzir.

  C35-8 Outra das apostas é o turismo, esperando-se dois milhões de visitantes por ano e a criação de 30 mil a 50 mil postos de emprego.

  C36-1 Quanto a as anunciadas saídas de alguns jogadores, Donner afirmou que «essas notícias não foram feitas por jornalistas, mas por pataratas.

  C36-2 Dizia-se que o Carlos Resende e o Filipe Cruz podiam ir para a Alemanha e o Carlos Galambas e o Álvaro Martins para o Benfica, mas é mentira.

  C36-3 Já todos renovaram os seus contratos».

  C36-4 De o lado do FC Porto, o treinador José Magalhães não tem problemas com atletas lesionados e aponta o primeiro jogo como o mais importante:

  C36-5 «Acho que o FC Porto só tem de se preocupar com o Sporting, não pensamos em mais nada.

  C36-6 A fartura de pensamento pode dar maus resultados e nós não queremos ter um enfarte.

  C36-7 Esta é uma prova de regularidade e só pode beneficiar quem for mais regular».

  C37-1 Não sou capaz.

  C37-2 Sou formada em Direito, mas não conseguiria ensinar alguém a ler e a escrever.

  C37-3 Nunca dei uma lição na vida, mas tenho pena, porque penso que se aprende muito a ensinar.

  C37-4 Como é a sua relação com o piano?

  C38-1 «Não sei.

  C38-2 Talvez morta».

  C38-3 Para estes haitianos, só há uma maneira de regressar a casa: revolução.

  C39-1 Voltando à rua que durante décadas evocou o talentoso marido de D. Maria II, citemos mais um passo do já referido relatório da Câmara do Porto, que nos permite avaliar até que ponto a concretização da Rua de D. Fernando ficou aquém de as intenções que lhe estiveram na origem.

  C39-2 Esclarecendo que a ideia de rasgar esta rua partiu do administrador-geral do distrito, António José d'Ávila, depois duque de Ávila e Bolama -- que para o efeito ofereceu, enquanto representante do governo, «a porção de terreno nacional que compreendesse a mesma rua» --, o dito relatório passa a enumerar as virtudes do projecto:

  C39-3 «A conveniência desta rua é palpável; uma cómoda estrada desobstruída de tortuosidades e declives, desde a Foz ao coração da cidade, especialmente para seges e carros, o que até aqui mal se consegue antes de chegar ao sítio do banco de S. Domingos [leia-se o Banco Comercial do Porto, que fora fundado poucos anos antes e detinha autorização para emitir notas] ".

  C40-1 Começa a dar resultados a política da União Europeia de bloquear todas as tentativas suíças de gozar as vantagens da UE, sem as responsabilidades de um país membro.

  C40-2 Os seus governantes já perceberam que o isolamento já não dá lucro e pode levar à rejeição.

  C40-3 Quando o povo suíço recusou, em 92, a adesão ao Espaço Económico Europeu, como já fizera com a ONU, cometeu um grave engano.

  C40-4 Foi essa voluntária e pretensiosa rejeição dos vizinhos, que deixou a Suíça sem a cobertura europeia, na crise que destruiu a sua imagem.

  C40-5 O fim da guerra fria, com a implosão da URSS acabou com a importância helvética no tabuleiro europeu, enquanto os recentes escândalos de cumplicidade com os nazis, mais o roubo das economias dos judeus por os seus bancos lhe tiraram a simpatia americana.

  C41-1 No entanto, alguns dos analistas contactados por o Público, consideram que a Sumolis tem sido «esquecida» por o mercado e que existem boas perspectivas quanto a os resultados de 1997.

  C41-2 Para além destes dois aspectos, surgem os habituais rumores sobre um eventual interesse comprador por parte de outros grupos empresariais do sector das bebidas, como, por exemplo, a Jerónimo Martins.

  C41-3 Uma possibilidade entretanto desmentida por o grupo presidido por Soares dos Santos.

  C41-4 «É totalmente falso que a Jerónimo Martins esteja interessada na compra da Sumolis», garantiu ao Público um porta-voz da empresa.

  C41-5 Em o lado das subidas, destaca-se ainda o comportamento do Banco Totta & Açores que, ao contrário de os restantes títulos do sector bancário, encerrou a ganhar 3,41 por cento.

  C41-6 Movimentaram-se cerca de 285 mil títulos, com a cotação de fecho a situar-se nos 4359 escudos.

  C41-7 «Alguma coisa se passa à volta deste papel.

  C41-8 Existe um forte interesse dos internacionais», salientou outro responsável.

  C42-1 Inez Teixeira expõe em S. Bento

  C42-2 Inez Teixeira é uma jovem pintora que tem exposto regularmente desde há uns dois anos.

  C42-3 Agora, num espaço de exposições também recente, mostra uma série de obras de pequeníssimo formato feitas a grafite sobre tela.

  C43-1 E julgamos ainda estar longe de casos como o do banco britânico NatWest que guardava as opiniões religiosas e políticas e mesmo os hábitos alimentares de alguns dos seus 6,5 milhões de titulares de contas.

  C43-2 Em paralelo, há sempre o perigo destas BD irem cair nas mãos de pessoas menos escrupulosas.

  C43-3 Em Janeiro de 1994, noticiava-se a introdução na Alemanha de um supercomputador que regista as impressões digitais dos candidatos a asilo político, para tentar detectar fraudes nos subsídios da segurança social.

  C43-4 Em a mesma altura, começou a funcionar um sistema informático que permite distribuir mais rapidamente os estrangeiros por os campos de refugiados.

  C43-5 Nada fez parar esta compilação de dados, nem o receio de que os endereços pudessem cair nas mãos de grupos nazis que ficariam assim a conhecer onde moram os seus «alvos».

  C44-1 Agora, a polícia inclina-se para que o assassinato tenha a ver com a promoção de John Gotti Junior ao cargo de chefe da família durante o encarceramento do pai.

  C44-2 Segundo fontes policiais citadas por o «New York Times", o atentado poderia ter partido da velha guarda do clã Gambino.

  C44-3 Desde que Gotti foi preso, em Dezembro passado, o seu filho, de 26 anos, está a substitui-lo, sobretudo na colecta de fundos resultantes de diversas actividades ilegais.

  C44-4 De acordo com o testemunho de informadores, Junior estaria a manter uma arrogância excessiva em relação a os velhos membros do clã, indo ao ponto de reclamar somas superiores ao que era habitual.

  C44-5 O motorista acompanhava frequentes vezes John Junior e a sua morte pode ser considerada como um aviso da velha guarda.

  C45-1 Dezenas de timorenses e portugueses «ocupam» pacificamente o pavilhão indonésio da Expo-92, em Sevilha.

  C45-2 Eduardo dos Santos, presidente do MPLA, e Jonas Savimbi, dirigente da Unita, encontram-se na cidade do Bié em actividades ligadas à campanha eleitoral de Setembro

  C45-3 Bush só poderá ganhar as eleições presidenciais se fizer cair Saddam Hussein, vaticinam os analistas políticos.

  C45-4 O Presidente cancela todos os compromissos e fecha-se na Casa Branca.

  C46-1 Em a mesma ocasião iniciaram-se investigações que incidiram sobre o árbitro madeirense Marques da Silva, também ele suspeito de se ter deixado corromper.

  C46-2 A Judiciária aproveitou ainda o balanço para passar buscas às casas de Reinaldo Teles (dirigente), Jorge Gomes (funcionário) e António Garrido (colaborador), todos ligados ao FC Porto, com a curiosidade do último ser um ex-árbitro de futebol.

  C46-3 Quando Guímaro foi detido, na sequência de um processo desencadeado com base em denúncias anónimas feitas para a Federação Portuguesa de Futebol e Polícia Judiciária, desde logo se levantou uma questão:

  C46-4 se Guímaro era corrupto, quem eram os corruptores e porque motivo não foram igualmente presentes ao juiz do Tribunal de Instrução Criminal?

  C46-4 se Guímaro era corrupto, quem eram os corruptores e porque motivo não foram igualmente presentes ao juiz do Tribunal de Instrução Criminal?

  C46-5 Essa é uma pergunta que ainda hoje permanece sem resposta.

  C46-6 É que, apesar de todas as tentativas feitas por os agentes da Direcção Central de Investigação de Corrupção, Fraudes e Infracções Económico-Financeiras, o árbitro, sujeito a diversos interrogatórios, nunca fez qualquer revelação que pudesse incriminar outras pessoas.

  C46-7 Por outras palavras: nunca quis beneficiar do estatuto de «arrependido».

  C46-8 Silêncios e acusações

  C47-1 Alice não sabia o que era um fato-macaco, mas não teve coragem de perguntar.

  C47-2 «Não podíamos.

  C47-3 Afinal, os direitos dos trabalhadores estão garantidos na Constituição.

  C47-3 Afinal, os direitos dos trabalhadores estão garantidos na Constituição.

  C48-1 Tal como explica Luís Soares, da Iniciativa Mosaico do Ministério da Cultura, este é um seminário de exploração criativa em torno de o tema de Sagres:

  C48-2 «Queremos que especialistas internacionais e nacionais pensem nas possibilidades que existem de abordagem do tema no contexto da sociedade da informação:

  C48-3 que jogos, que programas, que enciclopédias, que` sites' na Internet se podem fazer que traduzam o título de o` workshop' ?"

  C48-4 Os temas escolhidos são cinco: «Património Virtual» (exploração dos monumentos portugueses usando as tecnologias da realidade virtual); «Portugal Global» (Sagres como antena de expansão e comunicação da expansão global e local dos portugueses); «Sacra Saturni» (Sagres como lugar de mistério e simbologia, tema ideal para um jogo de aventura gráfica); «Um Milhão de Navegadores» (Sagres como centro privilegiado de turismo cultural, com um milhão de visitantes por ano) e «Terràvista» (Sagres como ponto de partida para uma abordagem pedagógica, pondo os alunos no papel de produtores de informação).

  C48-5 Paulo Pereira, vice-presidente do Ippar, acrescenta:

  C48-6 «Em uma primeira fase o trabalho será concretizado em um` site' na Internet, com acesso universal e que terá sede em Sagres.

  C48-7 Essas páginas na Internet terão uma componente de referência a Sagres e à região costeira do Algarve, num regime de divulgação e promoção do património, com um registo diferente do clássico.

  C48-8 Depois, poderá haver explorações em etapas sucessivas para outras linguagens.

  C48-9 Poderá-se-tocar na realidade virtual, embora seja um objectivo a longo prazo.

  C48-10 Mas é essa a ideia: para já promover esse encontro, reunir ideias, depois se resultar material começar a incorporá-lo e dar forma a um 'site' que tem sede simbólica em Sagres.

  C50-1 As primeiras semanas foram dedicadas ao estudo dos textos propostos por os EUA.

  C50-2 Em os últimos dias o ritmo tornou-se frenético, «manipularam-se mais de uma centena de documentos e mapas», garante de la Peña.

  C50-4 Estavam repletas de lixo, copos de plástico sujos de café.

  C50-5 Os negociadores usaram canetas de ponta de feltro para traçar linhas de fronteira nos cartões plastificados com o território da ex-Jugoslávia impresso.

  C50-6 Bastava um pano húmido para fazer desaparecer as linhas, e recomeçar tudo de novo.

  C50-7 Árbitros: Miguel Castro (Argentina) e Alfonso Bove (Itália).

  C50-8 Portugal -- Guilherme Silva, Paulo Almeida, Vítor Fortunato, Pedro Alves, Tó Neves; Rui Lopes (2), Paulo Alves e António Ramalho (2).

  C52-1 Há muito tempo que tenho uma estranha relação afectuosa com esta ilha.

  C52-2 Em o quiosque vendem-se dessas revistas de viagens que agora proliferam e que perpetuam as fantasias sobre ilhas exóticas.

  C52-3 Sempre me pareceu estranho nunca ter lido um artigo sobre a «ilha de Santos».

  C52-4 Estava convencido que só eu a via, só eu a imaginava vista de cima naufragando no meio de os horríveis autocarros lisboetas.

  C52-5 Protegida por as correntes anti-estacionamento selvagem, todos os dias suspirava de alívio por ainda ver a ilha no seu sítio, com as fronteiras bem definidas -- o que em si é uma das razões que faz das ilhas um dos nossos arquétipos mais resistentes.

  C52-6 Outro dia reparei numa bandeira hasteada no passeio em frente.

  C52-7 Era a bandeira de uma organização que eu desconhecia: «Amigos da Ilha de Santos».

  C52-8 Como alguém que descobre não estar só no mundo, aquela bandeira foi alimento espiritual.

  C52-9 Eis que a minha ilha tinha bandeira e tudo.

  C52-10 Eis que, afinal, existem mais habitantes virtuais daquele país que me dá gosto imaginar como um principado independente.

  C52-11 Sobretudo foi bom descobrir que há mais gente a fazer parte do equipamento «imaginário» da ilha.

  C52-12 Isolada dos passeios que bordejam os quarteirões, frequentada por uma «população» móvel, provisória e em constante renovação, a ilha serve de plataforma de comunicações: apanhar um transporte, comprar um jornal com notícias, enviar uma carta, fazer um telefonema.

  C52-13 Os seus habitantes são do mais cosmopolita que há.

  C53-1 Cimeira sindical ibérica talvez só em Janeiro de 92

  C53-2 A cimeira sindical ibérica já não deverá realizar-se este ano, segundo apurou o Público.

  C53-3 Um reunião ao mais alto nível a realizar na segunda-feira entre a CGTP e a UGT (na sede desta última central) poderá desbloquear anteriores dificuldades e levar à marcação de uma data.

  C54-1 Em a Europa Ocidental tem-se assistido a uma queda acentuada da fecundidade, o que fez surgir o problema da não substituição das gerações.

  C54-2 Cada vez nascem menos bebés, com o inevitável envelhecimento progressivo da população.

  C54-3 Em Portugal, a realidade não é diferente --

  C54-4 entre 1960 e 1991, os valores da taxa de fecundidade passaram de 94,9 por cento para 47 por cento.

  C54-4 Quer isto dizer que a percentagem da população nacional que, em determinado período, procriou baixou para metade em quatro décadas.

  C54-6 «Os Padrões Recentes da Fecundidade em Portugal», estudo que será lançado na próxima semana, foi elaborado por as sociólogas Ana Nunes de Almeida e Cristina Ferreira e por as geógrafas Filipa Ferrão e Isabel Margarida André.

  C54-7 Editado por a Comissão para a Igualdade e para os Direitos da Mulher, este trabalho pretende contextualizar a «queda recente e vertiginosa da fecundidade em Portugal».

  C55-1 Com a acareação entre Paradela de Abreu e o cónego Melo, terminaram anteontem as diligências previstas no acordão que determinou a reabertura do processo do padre Max.

  C55-2 Para a acusação, o balanço é positivo, mas para a defesa um novo arquivamento do caso está mais próximo.

  C55-4 0 juiz titular do processo do padre Max, Artur Oliveira, indeferiu um pedido do procurador-geral adjunto nomeado por a Procuradoria-Geral da República para acompanhar a investigação deste caso, no sentido de promover uma acareação entre os sete indivíduos indiciados na acusação provisória como responsáveis por o crime-Y três como autores morais e os restantes como autores materiais.

  C55-5 Paulo Sá pedia ainda uma acareação entre o industrial portuense Manuel Macedo, Ramiro Moreira e o tenente da Marinha Pedro Menezes, todos testemunhas neste caso.

  C57-1 Todos os nomes citados derivam desta cena, que rapidamente foi superada por outras modas.

  C57-2 Qualquer de eles prosseguiu na linha da pop electrónica, todavia, só Marc Almond e os Erasure seguem hoje uma atitude «camp», embora ambos com algumas «nuances» que de algum modo tendem a atenuar-lhes a envolvência escandalosa.

  C57-3 Almond é o único que continua a cantar teatral e amaneirado, fazendo das suas interpretações casos de incandescência incontrolável, assente no culto do personagem instantâneo, à boa maneira tradicional do «camp» de Oscar Wilde.

  C57-4 Se isso fica uma vez mais reiterado em «Memoribilia», a compilação dos seus êxitos a solo e nos Soft Cell, que parcialmente regravou para o efeito, também é visível que nos respectivos novos vídeos colados às antigas canções qualquer coisa mudou em Almond.

  C57-5 O exemplo paradigmático é «Say hello and Wave Goodbye", cujo primeiro «clip» consistia numa verdadeira orgia de excessos e que agora é substituído por um teledisco de um romantismo asseado repleto de modelos em câmara lenta, que mais se tende a ligar aos «dessexuados» Black ou Don Henley.

  C58-1 Em síntese, aquele dinheiro seria a última prestação do pagamento do terreno.

  C58-2 Em troca, assinava-se o contrato-promessa de compra e venda.

  C58-3 Deolinda, com o seu advogado ao lado, deu-lha procuração e Manuel foi ter com Constantino para ele lhe dar também os papéis assinados.

  C58-4 E Constantino perguntou-lhe se ele estava a brincar, pois não lhe ia dar procuração nenhuma enquanto não recebesse a sua parte, a o que Manuel, (se ninguém no tribunal mentiu neste aspecto), lhe replicou que já tinha dado os 1095 contos a Deolinda e eles que dividissem a soma entre os dois.

  C58-5 E viu então por a cara de Constantino que tinha feito mal, mas muito mal, pois marido e mulher agora só partilhavam uma filha, um barracão e um ódio horrível, azedo e mútuo.

  C58-6 De facto, dava a impressão que marido e mulher, nesta última fase do casamento, só já comunicavam através dos respectivos advogados, um luxo estranho para pessoas quase sem dinheiro.

  C58-7 E ela disse para passar um cheque...

  C59-1 A Assembleia aprovou ainda moções que reclamavam a divulgação dos resultados provisórios da avaliação das universidades, a fiscalização da constitucionalidade da Lei de Financiamento do Ensino Superior Público, e insistiam nas campanhas de divulgação das queixa dos estudantes, aproveitando, por exemplo, a presença da comunicação social no próximo jogo Académica-Benfica.

  C59-2 Entre as propostas mais ousadas, decidiu-se pedir ao Presidente da República que proponha um referendo sobre a Lei do Financiamento, desafiar as televisões a promoverem um debate entre o ministro da Educação e todos os dirigentes associativos, pintar de negro a sede da Direcção Regional de Educação do Centro e remeter envelopes com folhas de papel higiénico ao ministério.

  C60-1 E não seria mais útil que o dr. Soares que, enquanto primeiro-ministro, deixou a educação no caos que se conhece, dirigisse mensagens a lançar o debate sobre o que há a reformar no ensino, em vez de passar a vida a exigir uma televisão tão livre que Eduardo Moniz tenha liberdade para criticar toda a gente excepto... o dr. Soares?

  C60-2 ... E, se o dr. Soares tivesse praticado desporto na escola, será que, hoje, pensaria da mesma maneira?

  C61-1 Esta atitude poderá ser explicada por as declarações do ministro da Indústria e Energia, Mira Amaral, que também compareceu à conferência de imprensa, já na fase dos «cocktails»:

  C61-2 «A VW ainda não tomou qualquer decisão, porque estão a analisar as várias hipóteses.

  C61-3 Mas, para já ainda nem sequer é certo que vá ser construída uma nova fábrica, por isso não se pode falar no projecto VW para Portugal."»

  C61-4 Mira Amaral confirmou, no entanto, que Portugal é uma das possibilidades que estão a ser estudadas por os alemães, tendo-lhe sido colocadas várias perguntas sobre as condições de investimento, quando de a recente visita a uma das fábricas da VW, na Alemanha.

  C61-5 Para o ministro, a decisão deverá ser tomada em meados de 1993 e, se a escolha recair sobre Portugal, essa será «uma boa altura» em termos de incentivos.

  C61-6 «Em 1993 já estarão esgotadas as verbas do actual Quadro Comunitário de Apoio [QCA] e ainda não estarão disponíveis as do QCA de 1994.

  C61-7 Mas, é perfeitamente possível montarmos um esquema de engenharia financeira que permita apoiar um projecto desse tipo, que seria compensado com fundos comunitários do ano seguinte."

  C62-1 Mas é quase disco de prata [faltam seis mil , segundo a editora, a BMG]!

  C62-2 Comprar um CD não está ao alcance de todas as pessoas que compravam os nossos discos, mas acreditamos nos jovens, porque temos a certeza que aderem a isto.

  C62-3 É lógico que estamos a aproveitar o facto dos portugueses aderirem outra vez à música popular.

  C62-4 E qual é a vossa opinião sobre a música portuguesa actual?

  C62-5 o que é que acham que mudou desde os anos de apogeu do conjunto?

  C63-1 A Rússia anunciou ontem ter assinado um contrato para o fornecimento de mais dois reactores nucleares ao Irão, mas negou ter recebido uma encomenda para vender 4000 blindados ao Iraque.

  C63-2 Quanto a o contrato com Teerão, cujo montante não foi especificado, o ministro russo da Energia Atómica explicou que ele inclui a venda de dois reactores de tipo VVER-440, com uma potência de 440 megawatts, para serem instalados em Bouchehr, no sul do Irão.

  C63-3 A Rússia, insensível aos protestos dos EUA e de Israel, já se tinha comprometido, no início do ano, a instalar naquele mesmo local um reactor de 1000 megawatts, num negócio avaliado em mil milhões de dólares.

  C63-4 Em relação a o Iraque, Valeri Progrebenkov, porta-voz da sociedade de Estado Rosvooroujenie, responsável por as exportações militares, desmentiu a existência de uma encomenda de 4000 carros de combate russos, como afirmara o genro de Saddam Hussein que desertou para a Jordânia.

  C63-5 Segundo este, os blindados seriam entregues ao longo de vários anos e pagos em petróleo, depois do levantamento das sanções impostas ao Iraque.

  C64-1 «Play-off» da NBA

  C64-2 Bulls mais longe de o título

  C64-3 Os New York Knicks venceram terça-feira no seu reduto os Chicago Bulls, por 96-91, passando a liderar, por 2-0, a final da Conferência Leste da Liga Norte-Americana de Basquetebol Profissional (NBA), que se disputa à melhor de sete encontros.

  C65-1 MPT em Faro

  C65-2 Ribeiro Telles fora de o ambiente dos «beijinhos»

  C65-3 O Governo inaugurou pontes e estradas, mas «não foi capaz de inaugurar» uma Lei de Bases do Ordenamento do Território.

  C65-4 A denúncia foi feita ontem, em Faro, por o líder do Partido da Terra (PT).

  C65-5 Ribeiro Teles defendeu, no Jardim Alameda, a necessidade de uma política que tenha «os pés bem assentes na terra», sem estar subordinada aos «números» da macroeconomia, construída à custa de a «degradação dos nossos recursos».

  C66-1 O grupo de fotógrafos participantes encontra-se para um confronto por a diversidade não só de estilos, como de opções relativamente a a construção de uma ideia da cidade.

  C66-2 Assim, Nuno Félix da Costa, que traça um percurso «cronológico» -- com uma sequência que começa ao amanhecer e acaba na noite «escura» lisboeta, das ruas e e dos bares -- integra constantemente o elemento insólito (ou tornado insólito por o olhar), da existência humana e urbana, na paisagem quotidiana: a rotina dos gestos e dos comportamentos.

  C66-3 Em um beco com carros estacionados, uma grande quantidade de pequenos letreiros anuncia um vidente:

  C66-4 «A sina do seu destino», abre a sequência de imagens do autor, que fecha com a trémula, brilhante e opaca, poética e tensa, vida da noite.

  C66-5 António Pedro Ferreira, fotógrafo que re-afirma a sua originalidade na busca do acontecimento humano.

  C66-6 Não há fotografias sem pessoas, ou sem os seus vestígios, oque não deixa de nunca de remeter o trabalho deste fotógrafo para um dos domínios mais fascinantes, ou encantatórios, mágicos da fotografia, o «retrato», ou a fotografia como «lente humanística»...

  C66-7 Daniel Blaufuks apresenta um trabalho construído a partir de imagens previamente existentes, o que situa este trabalho na linha das mais recentes preocupações do autor (a questão da perda de referência das imagens fotográficas, o trabalho sobre a simulação), não deixando contudo de estar sempre presente o registo poético, em parte autobiográfico, que sempre o caracterizou:

  C66-8 as imagens são criadas a partir de retratos (photomaton familiar), de imagens de barcos, recriando-se em cada uma um clima aquático, primordial, mas sem que esse efeito se compatibilize com uma leitura imediatista da imagem --

  C66-9 permanece o registo dos negros, das sombras e da alusão.

  C67-1 Para 1995, a administração da PT calcula que os lucros atinjam valores próximos dos 25 milhões de contos e pretende manter os níveis de investimento, verificados em 1994.

  C67-2 Dentro de a política de racionalização de estruturas, a PT pretende ainda baixar para quatro milhões de contos o valor das existências em armazém (encontra-se em sete milhões, contra os 11 milhões que se atingiam em Maio) e alienar 40 imóveis espalhados por o país.

  C68-1 Botelho da Costa garantiu também que o orçamento para 98/99 será entrega ao conselho fiscal a tempo de ser analisado por este, provavelmente «em o final desta semana, início da próxima».

  C69-1 O Sporting de Braga-Guimarães está a suscitar grande interesse na região minhota e a procura de bilhetes tem decorrido em bom ritmo.

  C69-2 Embora o Guimarães não tenha organizado as habituais excursões, é praticamente garantido que o Estádio 1º de Maio registará uma das melhores assistências da época.

  C69-3 Famalicão já conta com os argelinos

  C69-4 Em a hora de defrontar o Sporting, o Famalicão pode finalmente respirar aliviado com a notícia do regresso dos seus dois jogadores argelinos, Medane e Menad, que se ausentaram para disputar a Taça de Africa.

  C69-5 Os argelinos, que desempenham um papel preponderante na equipa de Josip Skoblar, chegaram anteontem à noite a Famalicão, quase uma semana depois da sua equipa ter sido afastada da luta por o ceptro máximo do futebol africano, tendo já ontem treinado com o resto do plantel famalicense.

  C69-6 Com o regresso de Medane e Menad, o treinador jugoslavo do Famalicão tem à sua disposição todos os jogadores, com excepção do jovem Manuel José, que se encontra lesionado.

  C71-1 o que é a verdade, o que é a ficção?

  C71-2 Isso não podemos saber.

  C71-3 o que é um «escritor»?

  C71-4 É um topógrafo, um investigador, um repórter, ou um fotógrafo, como perguntou um dia Hervé Guibert a Peter Handke, numa entrevista?

  C71-5 Quando morre alguém, e depois nós ficamos sempre a pensar que dessa pessoa não sabíamos quase nada, escolhemos uma pequena parte, e, como dessa pessoa já não conseguimos ver nem os olhos nem as mãos, ficamos com essa pequena parte para ocuparmos o espaço todo que resta no sítio da pessoa morta, ficou-nos só essa parte, é muito pouco, por isso depois tem de ser aumentada.

  C71-6 Uma parte de Hervé Guibert.

  C71-7 Um livro.

  C71-8 O título é" Des Aveugles", e foi publicado na Minuit em 1985.

  C71-9 Depois de L'Image Fantôme», de" Les Aventures Singulières", de" Les Chiens", de" Voyage Avec Deux Enfants", de «Les Lubies d'Arthur».

  C71-10 Antes de" Mes Parents", e muito antes dos Livros-sida.

  C71-11 " Des Aveugles" é tão nitidamente cruel e generoso como o cinismo quando é absoluto e coincide com a ingenuidade.

  C71-12 O lugar do livro é uma instituição para cegos.

  C71-13 As personagens são cegos, atrozes e desconcertantes como nas fotografias de Sander, porque os cegos são pessoas que se dirigem incessantemente para um lugar interminável de onde não podem sair e onde nós nos sentimos gratos por não podermos entrar.

  C71-14 Hervé Guibert na época era jornalista de o" Le Monde", e pediu autorização ao Instituto Nacional dos Cegos para fazer uma reportagem sobre" Os Cegos e a Cultura", há-de ter sido o que de melhor lhe ocorreu como desculpa para passar lá uma semana.

  C71-15 Diz que imaginou que «o narrador seria uma espécie de perverso que entra no estabelecimento graças a uma cumplicidade que lhe permite manter relações amorosas ilícitas com as crianças».

  C71-16 O livro depois mudou, e os cegos tornaram-se personagens passionais, e obscenas na sua violência, esse livro depois de escrito continha tudo, o infinito, a transparência, o medo, as imagens do escuro, continha uma criança cega que não admitia não ver e inventava, e Josette que torturava ratos, uma mulher casada, um marido e um amante, e depois havia uma vingança.

  C71-17 Hervé Guibert gostava dos cegos.

  C71-18 Depois dessa semana, ficou durante um ano como leitor, ia duas horas por semana.

  C71-19 Apaixonou-se por um cego que não era aluno de ele.

  C71-20 Também se tornou amigo do empregado da loja onde os cegos iam buscar vídeos.

  C71-21 O vídeo mais procurado por os cegos era" Texas Chainsaw Massacre", de Tobe Hooper.

  C71-22 Foi anos mais tarde que Hervé Guibert escreveu o livro.

  C72-1 É neste contexto que entre a indústria e a Direcção-Geral da Qualidade do Ambiente [DGQA] nunca se interromperam os contactos técnicos necessários à atempada informação sobre a evolução verificada no cumprimento do contrato-programa e que permitirão a continuação de uma abordagem responsável da questão para futuro.

  C72-2 Apraz-nos referir a disponibilidade da DGQA para manter com a indústria um diálogo sério e objectivo.

  C72-3 Não conhecendo outra forma de abordar um tema tão importante como o da efectiva protecção do ambiente de que também somos parte.

  C73-1 Mas além de as afinidades culturais, de os quais os japoneses estão cientes, mas que muitos portugueses desconhecem, há outros pontos de aproximação.

  C73-2 «O tema da Expo-98, os Oceanos, será também abordado na Expo-2001, em Yamaguchi, cujo lema geral será' O Futuro e o século XXI', ou, dito de uma forma mais poética e numa tradução mais livre do japonês," Rumo a um futuro onde brilhe a vida".

  C74-1 Se na primeira metada da década de 80 o balanço dos confrontos entre os dois «eternos rivais» era francamente equilibrado, na segunda metade da mesma década -- excepção feita aos fabulosos 7-1 com que o Sporting venceu o Benfica na tarde de 14 de Dezembro de 1986, em Alvalade -- os «encarnados» foram ganhando vantagem neste muito especial «campeonato» entre as equipas da Luz e de Alvalade.

  C74-2 A maior evidência para esta recente superioridade «encarnada» vai para o facto do Benfica, nas suas três últimas deslocações a Alvalade, ter vencido sempre os «leões».

  C75-1 ... e mais: já depois da derrota continuou a tentar nos jornalistas, e na comunicação social, os bodes expiatórios da derrota...

  C75-2 ... não generalizo mas houve aspectos na comunicação social que tiveram que ver com os resultados das eleições.

  C75-3 Mas, é verdade, estava completamente convencido de que o PSD iria ganhar e, inclusive, poderia ter maioria absoluta.

  C75-4 Enganei-me: não serie nem o primeiro nem o último, espero...

  C76-1 Observador privilegiado, o francês Michel Platini, ex-jogador, ex-seleccionador nacional e actual coordenador do Comité Organizador do Campenonato do Mundo de futebol de 1998 em França, deita um olhar sobre aquilo que foi o «Mundial» dos Estados Unidos.

  C76-2 Por entre críticas à falta de vontade dos políticos franceses, faz algumas comparações e previsões.

  C76-3 No que se refere às regras do jogo, considera que o futebol deve continuar a ser futebol.

  C76-4 De aí que seja avesso a profundas alterações das suas regras.

  C76-5 De que maneira viu o recente Campeonato do Mundo de futebol?

  C77-1 Não pondo em causa o direito dos clínicos de exigirem melhores condições remuneratórias e de trabalho, Maria Belém lembrou que, para se pedir mais dinheiro, «temos de mostrar que fazemos mais e melhor».

  C77-2 O recado não tinha apenas como destinatários os médicos algarvios, mas toda a classe.

  C77-3 A este propósito, argumentou que as «dificuldades e os constrangimentos do país» exigem um grande controlo dos gastos.

  C77-4 Em o seu entender, o seu Ministério já fez um esforço para que os trabalhadores da Saúde beneficiassem de um aumento superior ao resto da função pública.

  C77-5 Por conseguinte, um novo aumento salarial, de acordo com a ministra, terá necessariamente de ser acompanhado de um aumento de produtividade.

  C77-6 Em esse sentido, adiantou que o «Ministério está disponível para negociar a alteração dos regimes de trabalho, em sede dos centros de responsabilidade integrados», tendo já convidado os sindicatos para para iniciar esse processo.

  C77-7 No caso de o Hospital de Faro, onde existe um conflito entre os cardiologistas e a administração, renovou a confiança no órgão de gestão.

  C77-8 Maria de Belém aproveitou esta deslocação ao Algarve para inaugurar o centro de saúde de Lagoa, que já estava a funcionar, mas encontrou a maioria dos médicos em greve.

  C78-1 As divisões políticas actuais -- II

  C78-2 Portugal encontra-se hoje mergulhado numa crise que parece ter-se instalado predominantemente na Europa, mas afecta toda a humanidade.

  C78-3 Não há por isso, para além de a prossecução das políticas que privilegiam o modelo de sociedade escolhido, soluções específicas para o nosso país.

  C79-1 Com franqueza, Atanásio Ivanovitch, não sei a que outras guloseimas te queres referir!

  C79-2 respondeu a anafada beldade, fingindo não o perceber."

  C80-1 Dez canções para lembrar a carreira de Cassandra Wilson no catálogo JMT, a casa que lhe abriu o mundo.

  C80-2 Uma das mais prometedoras cantoras dos últimos anos, Cassandra usa um grão de voz e um jeito de desenhar e se apropriar do verso que tem raízes em Carmen McRae.

  C80-3 Nascida no seio da estética M-Base, de que se tornou a única porta-voz vocal, à medida que foi avançando mar adentro, Cassandra soube libertar-se do lastro que lhe ajudou a voz a crescer mas que ameaçava paralisá-la.

  C80-4 Despojada da preocupação de fazer novo e diferente a cada passo, o canto virou árvore, ganhou espaço, trepou ao céu.

  C80-5 Em o dia em que Wilson inventar o tempo $& o modo de combinar a tradição (de que se tem aproximado progressivamente, como o mostra, de forma exemplar, o álbum" Blue Skies" ) com os novos sons que lhe adubaram a voz (do rap e hip-hop à inquietação experimental vivida ao lado de Steve Coleman), uma nova porta se abrirá ao jazz vocal.

  C81-1 Parte-se depois para o debate.

  C81-2 Paquete de Oliveira, sociólogo, fala do drama social.

  C81-3 E Carlos Narciso junta a sua voz à daqueles que se surpreendem com o facto de Domingos Pereira, condenado a 15 anos por a morte da mulher, ter cumprido apenas seis.

  C81-4 Fala na «opinião pública".

  C81-5 Insiste:

  C81-6 «Este homem mete medo..."

  C81-7 Era a tirada mais infeliz da noite.

  C81-8 Com programas destes, que correm o risco de valorizar até à exaustão alguns dos aspectos mais sórdidos da história de criminosos, arriscamos-nos a ter, em breve, uma opinião pública a pedir agravamentos sem fim das penas, da repressão e mesmo o ressurgimento da pena de morte.

  C82-1 Em abono de a sua ideia, Pfaff citava dois comentadores políticos conservadores, William Kristol e Robert Kagan, que teorizaram sobre o que deveria ser a política externa de Bob Dole:

  C82-2 «Quanto mais os EUA forem capazes de deixar claro que é fútil competir com o poder americano», menos chances haverá de que «outros alimentem ideias de perturbar a actual ordem mundial».

  C82-3 Soares concluía o seu raciocínio sobre a vulnerabilidade dos senhores do mundo dizendo:

  C82-4 «Um outro poder, aliado mas diferente, como pode vir a ser a União Europeia, só lhes pode ser útil».

  C82-5 E apelava ao «idealismo e ao pioneirismo» da América como o antídoto capaz de dar sentido ao seu enorme poder.

  C83-1 Mariano Gago falava na sessão de encerramento de uma conferência sobre" A criação da sociedade de informação euromediterrânea", um projecto que surge na sequência da conferência de Barcelona (Novembro de 1995), em que foram lançadas as bases de uma cooperação mais estreita -- a nível económico e político, mas também cultural -- entre os países das duas margens do Mediterrâneo.

  C83-2 «As novas tecnologias da informação permitirão construir rapidamente este símbolo moderno da nossa vontade comum de criar, entre as elites estudiosas dos nossos povos, laços de solidariedade, compreensão mútua e trabalhos em comum», declarou o ministro.

  C83-3 «Talvez a nova Biblioteca de Alexandria não venha a ser conhecida como uma das Sete Maravilhas do Mundo;

  C83-4 mas poderá concretizar-se mais depressa do que a sua antepassada, e, sendo distribuída e partilhada, a sua sobrevivência estará mais garantida."

  C84-1 Atentados suicidas do grupo Hamas em Israel: 25 mortos e 80 feridos.

  C84-2 É a vingança por a morte do seu líder Ayyash.

  C84-3 Março

  C84-4 José Eduardo dos Santos e Jonas Savimbi reúnem-se em Libreville, concordando que um Governo de Unidade e Reconciliação esteja formado até Junho ou Julho.

  C85-1 Júri do Teatro concluído ontem e Guterres almoçou com personalidades do sector

  C85-2 Pena não ter mais tempo para ir ao teatro

  C85-3 António Guterres possui uma boa relação com o teatro.

  C85-4 Tem pena de ter pouco tempo para assistir a espectáculos, mas está atento.

  C85-5 Em os últimos meses ainda conseguiu escapar-se e ver" Eu, Feuerbach", por o Cendrev, em Évora, e" A Ópera do Malandro", por o Seiva Troupe, no Porto.

  C85-6 E gostou.

  C85-7 As declarações prestou-as ontem durante o almoço que ofereceu, em S. Bento, às personalidades do teatro.

  C85-8 Em o dia em que ficou constituído o júri de apoio ao teatro não governamental.

  C86-1 Descargas do Pão de Açúcar de Cascais incomodam moradores

  C86-2 O ruído do consumo

  C86-3 Um vizinho do Pão de Açúcar de Cascais já não aguenta ouvir as descargas do supermercado.

  C86-4 Queixas atrás de queixas, foi conseguindo umas vitórias.

  C86-5 Agora, porém, tudo esbarrou num muro que a empresa diz ser a solução mas que o vizinho não aceita.

  C86-6 Afinal, parece que consumir fura os tímpanos.

  C87-1 Grã-Bretanha quer banir açúcar artificial

  C87-2 A Grã-Bretanha pediu na segunda-feira à Comunidade Europeia que fosse banido um açúcar artificial usado na produção de refrigerantes, revelaram fontes diplomáticas comunitárias e industriais citadas por a Reuter.

  C87-3 Os britânicos advogam que a substânca em questão, o ciclamato -- 30 vezes mais doce do que o açúcar -- não é seguro para o ser humano e ameaçam vetar uma lei sobre a segurança alimentar, que os ministros do comércio da CEE estão a discutir, se o produto não for proibido.

  C87-4 A França e a Grécia apoiam a Grã-Bretanha.

  C87-5 Este tipo de açúcar foi banido nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha depois de uma série de testes ter demonstrado que o produto provocava cancro nos ratos.

  C87-6 A Grã-Bretanha -- o único país da CEE que proibiu o produto -- quer agora banir os ciclamatos da CEE baseados no argumento de que o produto leva, nos animais, à atrofia e degeneração testicular.

  C87-7 Mas a comissão da CEE para a segurança alimentar, baseada em peritos dos Doze países, aprovou os ciclamatos depois de analisar o consumo médio em relação a os humanos durante um período de vida.

  C88-1 Domingos, peito hirto e joelhos levantados, cerra os dentes e vence Buckner (medalha de bronze) e Délèze.

  C88-2 Domingos não se tem em si de contentamento, não quer acreditar no que se está a passar.

  C88-3 Abraça-se ao irmão, que ficou em 8º lugar.

  C88-4 «Ganhei a medalha de prata", diz-lhe ofegante, mas logo se recusa a acreditar na realidade.

  C88-5 Só quando Moniz Pereira lhe surge na frente, se compenetra de que era mesmo verdade.

  C88-6 O treinador, de sorriso rasgado, abraça-o.

  C88-7 E então Domingos percebe o estranho procedimento do treinador antes da corrida começar:

  C88-8 «Ele sabia o que ia acontecer!"

  C88-9 Lisboa, 18 de Fevereiro de 1992.

  C88-10 São 9h 25m e Moniz Pereira arruma o automóvel junto ao estádio do Sporting Clube de Portugal, incrustado entre o Campo Grande e o bairro residencial lisboeta do Lumiar.

  C89-1 Metade do Orçamento destina-se a despesas correntes, suscitando criticas da oposição, que as consideram exageradas, nomeadamente as despesas com pessoal (mais de um milhão de contos).

  C89-2 O orçamento prevê obras como a construção do pavilhão gimno-desportivo de Pinhal Novo e as piscinas do Pinhal Novo, entre outras.

  C89-3 Para o presidente Carlos de Sousa, trata-se de um orçamento «típico de um concelho rural e pobre com poucas receitas».

  C90-1 Segundo elementos recolhidos na única junta de freguesia do concelho, o Entroncamento tem, após o recenseamento eleitoral do ano passado, 12 480 eleitores, apenas mais 372 do que no ano anterior.

  C90-2 Os responsáveis desta junta, bem como os da autarquia, garantem que «este número está muito aquém de a realidade».

  C90-3 Por isso as comissões vão percorrer o Entroncamento, em obediência a um lema bíblico:

  C90-4 «se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé».

  C91-1 Alterações ao Código Civil que incidem sobre o direito da família.

  C91-2 Uma proposta de lei a aprovar por a Assembleia da República que permita a alteração do Código de Procedimento Administrativo.

  C92-1 Remodelação ministerial na África do Sul não convence nacionalistas negros

  C92-2 ANC insiste num Governo de transição

  C92-3 O Congresso Nacional Africano (ANC) reiterou ontem, em comunicado, como «insuficiente» a remodelação ministerial realizada por o Presidente De Klerk, na sequência do escândalo sobre o financiamento secreto de Pretória ao partido zulu Inkhata, anunciando que vai intensificar a sua campanha para obter a mudança do Governo sul-africano por um Executivo de transição.

  C93-1 Um Grupo de alegados assaltantes, acusados do roubo de diamantes no valor de um milhão de contos da central de escolha de uma operadora portuguesa em Angola, está a ser submetido a interrogatórios que forneçam pistas sobre uma presumível rede de tráfico.

  C93-2 Cerca de um milhão de contos em diamantes, em gemas e para uso industrial, foi roubado na noite de 14 para 15 de Setembro da estação de escolha da Sociedade Portuguesa de Empreendimentos (SPE), no Ocapa, Lunda Norte.

  C94-1 O que consta é que os militares têm bastante cuidado para evitar esse tipo de situações.

  C94-2 Sabendo antecipadamente o grau hierárquico da personalidade que vai actuar, fazem-se representar em conformidade.

  C94-3 Para um secretário de Estado, um vice-chefe.

  C94-4 No entanto, no Ministério da Defesa não há grandes preocupações quanto a a funcionalidade da gestão se houver vacatura com a provável saída de Nogueira.

  C94-5 Se os chefes militares, actualmente, despacham com o ministro de 15 em 15 dias, farão o mesmo com o primeiro-ministro e o secretário de Estado governa o Ministério.

  C94-6 É tudo uma questão de tempo e ainda falta conhecer os resultados do congresso do PSD e saber a altura exacta em que o Presidente da República tomará decisão relativamente a o Governo.

  C95-1 Entretanto, a Comissão Nacional de Eleições (CNE) notificou ontem a SIC por a não cobertura da campanha eleitoral do candidato Jerónimo de Sousa, na sequência de uma queixa por este apresentada.

  C95-2 A estação de Carnaxide tem um prazo de 48 horas para responder, devendo a CNE na sua próxima reunião tomar uma decisão, que, se for desfavorável à SIC, lhe poderá custar uma coima entre os mil e 10 mil escudos.

  C95-3 Entre um e dez contos, exactamente.

  C96-1 Kapiti fornece BCI

  C96-2 A Kapiti forneceu ao Banco de Comércio e Indústria (BCI) os sistemas Equation, «back-office» para operações internacionais, e Fs-Dealer, «front-office» para operações cambiais.

  C97-1 Mas o primeiro grande atleta de Moniz Pereira veio de Viseu, no interior nortenho, com muito frio no Inverno e muito calor no Verão.

  C97-2 Em uma freguesia rural às portas da cidade, Vildemoinhos, nasceu e fez as primeiras corridas aquele que viria a ganhar a maratona de Los Angeles em 1984: Carlos Lopes.

  C97-3 Lopes corria na infância por as hortas, competia com amigos quando iam a festas na aldeia vizinha, atravessava velozmente vinhas e castanhais.

  C97-4 E era sempre ele quem ganhava.

  C97-5 Em a terra natal foi torneiro-mecânico, teve vida dura, até que um dia deu nas vistas nos crosses nortenhos.

  C97-6 O Sporting contratou-o, trouxe-o para Lisboa.

  C97-7 E Moniz Pereira começou a treiná-lo.

  C98-1 O ministro canadiano das Pescas, Brian Tobin, tinha dito, no domingo passado, estar pronto a tomar todas as medidas necessárias para impedir 49 barcos europeus -- 38 espanhóis e 11 portugueses -- de continuarem a pescar nos grandes bancos, ao largo de a Terra Nova.

  C98-2 Tobin sublinhou que os pesqueiros europeus foram todos prevenidos, via rádio, de que o Canadá protegerá os seus «stocks» de solha e palmeta, mesmo para além de o limite das 200 milhas náuticas.

  C98-3 As informações disponíveis dão conta da presença de quatro fragatas, um porta-helicópteros e aviões canadianos a vigiar os barcos ibéricos.

  C98-4 O bacalhau como pano de fundo

  C98-5 Em causa neste diferendo estão dois problemas: a intenção canadiana de, pretensamente, preservar os recursos de pesca da zona e, em segundo plano, a intenção de alargar a sua jurisdição a águas internacionais para além de as 200 milhas da zona económica exclusiva.

  C98-6 Os canadianos dizem querer diminuir fortemente a pesca da palmeta para evitar o seu desaparecimento, «como aconteceu com o bacalhau e o `red fish'", observa Ernest Loignon.

  C99-1 Volta Galp a Portugal

  C99-2 Bica a caminho do título

  C99-3 A dupla Jorge Bica e Joaquim Capelo regressou ao comando da 42ª Volta Galp a Portugal, prova pontuável para o «Europeu» de ralis, após a disputa da segunda etapa.

  C99-4 Uma vantagem de 1m34s sobre os segundos, José Carlos Macedo e Miguel Borges, em Renault Clio 16 V, garante ao piloto do Lancia Hf Integrale uma forte dose de tranquilidade para conseguir a vitória na prova, o que o colocaria em excelente posição para a conquista do título.

  C101-1 O livro foi inicialmente publicado por a Cadernos Tempo, em Moçambique.

  C101-2 Recentemente, uma editora uma italiana descobriu-o.

  C101-3 Maria Teresa Pazzolo traduziu-o, prefaciou-o e ilustrou-o, com fotografias de sua autoria.

  C101-4 A AIE- Guaraldi, da Reppublica di San Marino chancelou este livro que se deixa inquietar com o desaparecimento da Ilha de Moçambique.

  C101-5 Em Portugal, esta novela não foi ainda editada.

  C101-6 Com a sua publicação em Itália, talvez" O Barco Encalhado" desenterre as amarras e aporte no Tejo.

  C101-7 O que seria importante pois, de alguma forma, este livro combate a visão preconceituosa e lacunar que, ao longo de os tempos, à Ilha de Moçambique tem sido consagrada.

  C101-8 Título: La Nave Arenata

  C101-9 Editor: AIEG- Guaraldi

  C101-10 Tradutor: Maria Teresa Palazzolo

  C102-1 Ministros europeu aprovam lei de assistência à família

  C102-2 Os ministros europeus do Trabalho e dos Assuntos Sociais aprovaram ontem no Luxemburgo leis comunitárias instituindo uma licença mínima de três meses para assistência à família e a aplicação de regras do país de acolhimento para os trabalhadores deslocados no estrangeiro, anunciou o ministro alemão Norbert Blum.

  C102-3 Estes dois projectos tinham sido objecto de um acordo político durante a última reunião dos Quinze, a 29 de Março em Bruxelas, mas faltava-lha adopção formal.

  C103-1 O fogo consumiu inúmeros fardos de bacalhau, dois dos três túneis de secagem artificial, alguns compressores, duas carrinhas utilizadas no transporte dos trabalhadores da fábrica e um carro de marca «Triumph», propriedade do comendador.

  C103-2 Os armazéns e uma habitação contíguas à empresa foram também danificados por o sinistro.

  C103-3 Os prejuizos, disse Gonçalves Gomes, estão cobertos por o seguro, mas ascendem a centenas de milhar de contos.

  C103-4 O bacalhau queimado estava já embalado em fardos ou disposto nos tabuleiros de secagem e pertencia a lotes de produção da empresa, sendo o peixe importado da Noruega e Dinamarca.

  C103-5 Apesar de a quantidade de bacalhau consumida por as chamas ter sido elevada, Gonçalves Gomes afirmou que não irá acontecer qualquer «desestabilização do abastecimento do mercado».

  C103-6 Quanto a a Empresa de Pesca de Viana estará garantida a continuidade da laboração, embora a níveis de produção mais reduzidos, já que só poderá ser utilizado o único túnel de secagem artificial poupado no incêndio.

  C104-1 A comparação é perversa e dá para os dois lados.

  C104-2 O deputado social-democrata Carlos Coelho, por exemplo, até já se deu ao trabalho de comparar os dois documentos, apenas para provar que há «inúmeras citações literais» do diploma no articulado do pacto, que assim se transforma «em um repositório de ideias globais, que não acrescenta nada ao que a lei de bases e a Constituição portuguesa preconizam».

  C104-3 Situação que lhe suscita algumas considerações curiosas:

  C104-4 «Dizer que é necessário mais um documento para repetir o que já está nos outros dois é dizer que aqueles outros já não têm interesse ou já não valem nada."

  C104-5 A forma como todo o processo tem vindo a ser encaminhado é, aliás, susceptível de «gerar expectativas perversas», porque é «em a forma como as coisas irão ser levadas à prática que as pessoas se dividem».

  C105-1 Escola Secundária de Paços de Ferreira -- Está aberto por o prazo de três dias, a contar da publicação do presente aviso, concurso para preenchimento de um horário incompleto de 6 (seis) horas na disciplina de Socorrismo (11º ano).

  C106-1 Em a Grã-Bretanha são mortas, anualmente, cerca de 70 crianças.

  C106-2 As causas são os maus tratos.

  C106-3 Os culpados são quase sempre os pais.

  C106-4 O número de crianças menores de cinco anos, mortas por estranhos, tem sido em média de uma por ano, pelo menos desde 1982.

  C106-5 Se o assassínio de crianças por estranhos é um tipo de crime raro, estranho é que isso aconteça por a mão dos próprios pais.

  C106-6 Mais inesperado ainda é encontrar uma criança assassina.

  C107-1 «O Decálogo», de Krystof Kieslowski.

  C107-2 Qual foi, para si, o principal acontecimento mundial da última década?

  C108-1 Requiem pelos Vivos, agora apenas Requiem, regressam em Outubro

  C108-2 Coisas da mãe natureza

  C108-3 «Três jovens portugueses que fazem música portuguesa».

  C108-4 Assim se definem os Requiem, ex-Requiem pelos Vivos, que após quase cinco anos de ausência dos estúdios regressam em Outubro com um novo álbum e uma mão-cheia de espectáculos.

  C108-5 Por as rádios, entretanto, roda já" Entre o Céu e o Medo", o single promocional.

  C109-1 Exposições

  C109-2 «Duas Viagens», uma exposição de fotografias a preto-e-branco de Francisco Villa-Lobos, feitas em 1995 em Tóquio, Nagasaqui e Quioto, nos intervalos de rodagem do filme" Os Olhos da Ásia", de João Mário Grilo, pode ser vista até 7 de Novembro na sala Laman do Centro Cultural de Belém.

  C109-3 «Impermanência -- Um Caminho para o Auto-Conhecimento» é o título de uma exposição/instalação de Regina Chulam, que joga com vários auto-retratos pintados por a artista e que pode ser apreciada, a partir de as 18h30, na Casa Fernando Pessoa (R. Coelho da Rocha, 16), em Lisboa.

  C111-1 Outros dissidentes conhecidos ainda presos, envolvidos em a" Primavera de Pequim" são Wang Juntao e Chen Zimin, jornalistas, 35 e 40 anos, respectivamente, condenados em 1990 a 13 anos de prisão, Liu Gang, estudante, 32 anos, condenado a seis anos, Reng Wanding, operário, 48 anos, condenado a sete anos, e Bao Tong, 60 anos, antigo braço-direito do secretário geral Zhao Ziyang, condenado a sete anos.

  C112-1 Não havia cruzamento, não se tratou de uma tentativa de ultrapassagem, nem sequer de uma travagem brusca.

  C112-2 Segundo o relato da agência Lusa, o Volvo deslizou sozinho de uma garagem particular onde estava estacionado.

  C112-3 E só o inesperado encontro com o Mercedes o fez parar.

  C112-4 Sabe-se lá até onde poderia ter ido, deslizando por o piso molhado da Rua das Flores.

  C112-5 O incrédulo automobilista, por não ter interlocutor, achou por bem chamar a polícia e relatar-lhe como tudo se passou.

  C112-6 Afinal, há que apurar responsabilidades em matéria de seguros, mesmo em situações insólitas com esta.

  C112-7 Nova gestão na Ponte 25 de Abril

  C113-1 As tropas ficariam fora de essa espécie de estrada, que na altura não foi sequer definida, concentradas em determinados pontos, que também não foram definidos.

  C113-2 O que os negociadores vão fazer amanhã é tornar mais claro o que andaram a combinar:

  C113-3 vão definir esse corredor e determinar os pontos de acantonamento dos soldados.

  C113-4 Se não se incomodarem um ao outro é porque há condições para partir para a fase seguinte.

  C113-5 Que também não se sabe ainda qual é.

  C114-1 João Braga apresenta fado universal no CCB

  C114-2 Fados d' Aquém em Belém

  C114-3 Os «Fados d'Aquém e d'Além-Mar» que João Braga concebeu para o Centro Cultural de Belém traduziram-se numa exibição confrangedora de equívocos e falta de preparação onde couberam amigos, muito Fernando Pessoa, uma boa voz, de Rita Guerra, e uma anedota brasileira de mau-gosto.

  C114-4 O fado, esse, ficou aquém.

  C115-1 O defesa português Hélder estreou-se no campeonato espanhol e encontrou logo por a frente um seu velho conhecido: o ex-sportinguista Amunike.

  C115-2 Bateu-se bem, ganhou-lhes muitos lances e anulou o flanco esquerdo do ataque dos visitantes, mas acabou por ver o remate decisivo da partida tabelar no seu corpo antes da bola chegar às redes.

  C115-3 «Fui infeliz, a bola bateu-me nas costas e entrou.

  C115-4 Mas, por o que fez na segunda parte, o Barcelona mereceu ganhar.

  C115-5 No entanto, não vamos desanimar, o `Barça' e o Real ainda vão perder pontos."

  C115-6 Hélder cumpriu bem na sua estreia.

  C115-7 Com a particularidade de ter jogado fora de o seu posto habitual.

  C115-8 «Penso que foi por o John Toshack saber que eu conheço bem o Amunike.

  C115-9 Pediram-me para desenrascar, mas prefiro jogar a central», explicou o português.

  C115-10 A satisfação do dever cumprido, reforçada por o elogio do técnico:

  C115-11 «O Hélder tem razões para estar contente.

  C115-12 Esteve bem, tendo em conta que era a sua estreia, que jogou fora de a sua posição e o adversário se chamava Barcelona."

  C116-1 Por o caminho, tinha repudiado uma insinuação de Damásio, que, no seu discurso, se referiu à sua comissão como sendo constituída por «críticos ou opositores da actual direcção».

  C116-2 E o mesmo fez o orador seguinte, José Diogo, este representante do grupo responsável por a terceira proposta.

  C116-3 A reunião prosseguia ainda à hora de fecho desta edição.

  C117-1 Sim, porque as pessoas acabam por passar por todas, apesar de as diferenças.

  C117-2 J.S.R.

  C117-3 . Uma das condições fundamentais para se criar outros gostos nas pessoas são os concertos.

  C117-4 Cá não há apresentação ao vivo de quase nenhuma música.

  C117-5 E isso é muito importante.

  C118-1 Mas nos demais casos em que a lei permite a cobrança coerciva por os tribunais fiscais, pode ser discutida a legalidade da dívida, o que quer dizer que não há título executivo.

  C118-2 A não ser que estejamos perante um dos documentos do art. 46º do Código do Processo Civil, aqui sim, plenamente aplicável, ou haja lei especial que tal disponha.

  C119-1 A norte de Porto Dinheiro, na Lourinhã, elementos da Guarda Fiscal apreenderam, cerca de as 4h30 de ontem, uma traineira (presumivelmente registada no porto de Peniche) que transportava 138 caixas de tabaco americano, com valor da ordem dos 22.500 contos.

  C119-2 Em a sequência da operação foram detidos quatro indivíduos, entre os quais o mestre da embarcação, a qual foi, também, apreendida.

  C119-3 A GF confiscou ainda uma viatura ligeira de marca Bedford, envolvida na rede de contrabando, ontem descoberta.

  C119-4 Quantidade idêntica de tabaco -- seis caixas de marca Camel e 124 de Winston -- foi aprendida, na madrugada de terça-feira, na zona de Vila do Bispo, por elementos do comando da Guarda Fiscal do Algarve.

  C119-5 A mercadoria, proveniente de um desembarque, foi encontrada numa carrinha suspeita.

  C120-1 Alverca --

  C120-2 Sem meia dúzia de jogadores (os emprestados por o Benfica), o recém-promovido Alverca ganhou o seu primeiro ponto da época e logo fora de casa.

  C120-3 A perder, o treinador Mário Wilson arriscou com a entrada de três jogadores e saiu de Campo Maior com mais moral para enfrentar a difícil tarefa da manutenção.

  C120-4 Desce

  C120-5 Dispersão dos jogos --

  C120-6 Por este andar, Portugal vai ter o campeonato com o ciclo mais alargado de jogos em cada semana, com jogos de sexta a segunda-feira.

  C120-7 Em Itália os treinadores recusaram os jogos à segunda-feira, que as televisões queriam impôr, em Espanha também haverá jogos só de sexta a domingo, e em lado nenhum se foi tão longe como em Portugal dividindo as jornadas por quatro dias.

  C120-8 Há razões técnicas e também de «marketing», porque o público nunca sabe a que dia joga a sua equipa e a percepção do que se vai passando, para o público em geral, também não é a mesma.

  C120-9 A televisão pode ter assim tanto poder?

  C121-1 Em o que diz respeito às 200 toneladas de farinha de carne e ossos, a respectiva incineração fica para mais tarde, em data a anunciar oportunamente por o Ministério da Agricultura.

  C121-2 Segundo este organismo, a operação só terá lugar quando for disponibilizado «o equipamento que está a ser propositadamente construído para proceder à introdução escalonada nos fornos» da farinha obtida a partir de a transformação das carcaças dos animais abatidos.

  C121-3 Tratando-se de matérias muito inflamáveis -- não é possível retirar integralmente a gordura no processo de transformação --, há que evitar o risco de combustão no momento de entrada no forno (a laborar a alta temperatura), que poderia atingir o próprio operador.

  C121-4 Por isso, as embalagens serão incineradas de forma diferente do habitual, recorrendo-se a um dispositivo que permitirá «puxar» a farinha e lançar-la «por cima", em completa segurança, para dentro de o forno.

  C122-1 Os palestinianos, que querem reivindicar a independência da Cisjordânia e de Gaza numa fase posterior das conversações, insistem em ser reconhecidos como parceiros de plenos direitos, mas os israelitas, interessados apenas numa frágil autonomia palestiniana, querem manter-los na delegação conjunta com a Jordânia.

  C122-2 Fontes em Washington disseram à France Presse que, para desbloquear o impasse, Israel vai propor a realização simultânea de conversações com uma delegação jordano-palestiniana e com uma delegação só de palestinianos.

  C123-1 Pedro Almodovar já filma «Kika», onde, com a ajuda do costureiro francês Jean-Paul Gaultier, criou uma espécie de câmara humana.

  C123-2 Em esse filme, uma criada lésbica tem o rosto de Rossy de Palma, o perfil cubista que irrompeu em «A Lei do Desejo».

  C123-3 A actriz esteve no Festival Internacional de Teatro de Almada.

  C123-4 «Chica Almodovar o que é?

  C123-5 Uma invenção.

  C123-6 Pertence àquele grupo de rostos femininos a que chamam as «chicas Almodovar», todos eles inventados por o cineasta de mulheres, Pedro Almodovar.

  C123-7 No caso de Rossy de Palma, a primeira coisa que mostrou no cinema foi mesmo o perfil, ameaçador e desregrado como uma pintura cubista.

  C123-8 Foi n' «A Lei do Desejo», e depois aconteceu «Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos» -- dormiu durante o filme todo, após um jarro de sumo de tomate e soporíferos --, «Ata-me!" e agora, em rodagem em Madrid, «Kika».

  C124-1 Moscovo pensa proibir saída dos especialistas nucleares

  C124-2 O problema do desemprego dos engenheiros e técnicos de o «Minseredmash», o antigo e gigantesco complexo da URSS dirigido para a construção de o «escudo nuclear da pátria», é actualmente tema de acalorada discussão na Rússia e constitui uma preocupação para os seus dirigentes.

  C124-3 Os custos desta pesada estrutura tornaram-se insuportáveis para o país.

  C125-1 Em Lisboa, enquanto a Volta decorria, o entusiasmo era enorme:

  C125-2 no Olímpia, sempre com lotações esgotadas, corria um filme sobre a partida dos corredores;

  C125-3 anunciava-se uma corrida de touros para o Campo Pequeno em homenagem a os valorosos corredores;

  C125-4 e um estabelecimento muito chique da capital oferecia aos melhores corredores um par de relógios em ouro.

  C125-5 Era o Maxime...

  C126-1 Quando me convenci que Ènp Ý todos os esforços para tomar o aquartelamento se haviam tornado perfeitamente fúteis, comecei a retirar os nossos homens em grupos de oito e dez.

  C126-2 (...) As nossas baixas no combate haviam sido insignificantes, 95 por cento dos nossos mortos resultou da desumanidade do Exército após a luta.

  C126-3 Durante uma semana mantivemos-nos nos cumes da cordilheira da Gran Piedra, enquanto o exército ocupava as bases.

  C126-4 Não podíamos descer, e eles não se atreviam a subir.

  C126-5 Não foi a força das armas, mas sim a fome e a sede, que acabaram por vencer a nossa resistência.

  C126-6 Tive de dividir os homens em grupos mais pequenos.

  C126-7 Alguns conseguiram descer através das linhas do Exército;

  C126-8 outros foram escoltados por Monsenhor Pérez Serantes [arcebispo de Santiago de Cuba] a fim de se renderem.

  C127-1 Entre os episódios mais importantes a transmitir, além de a entrevista com Giacometti, destaque-se aquele em que se fala da arte de Modigliani, mais ou menos a meio da exibição (nem sempre a ordem é respeitada por a RTP).

  C127-2 Fala-se da sua vida: do alcoolismo, do desespero; também de o «charme», da sua gentileza.

  C127-3 E do drama da morte.

  C127-4 Outro episódio importante, «Um dia na vida de Man Ray, entrevista filmada no começo de 1961.

  C127-5 Ou uma memória do surrealismo dita na primeira pessoa.

  C127-6 Montparnasse Revisited é assim.

  C127-7 Está cheia destes tesouros.

  C127-8 De Jean-Marie Drot

  C127-9 Co-produção RM Arts, INA, France 3 e La Sept

  C128-1 Líderes da Bósnia respondem hoje ao novo plano de paz internacional

  C128-2 A incógnita sérvia

  C128-3 Os parlamentos da federação croato-muçulmana e dos sérvios bósnios vão hoje pronunciar-se sobre o novo plano de paz internacional para a república.

  C128-4 Os dirigentes croatas e muçulmanos já manifestaram o seu apoio ao novo projecto, mas os líderes sérvios da Bósnia continuam a manifestar profundas reservas face a o novo mapa territorial proposto por as «grandes potências".

  C129-1 O jogador representou na época passada a Associação Desportiva Ovarense, mas foi dispensado em virtude de o seu alegado «comportamento antidesportivo», que, na opinião da direcção do clube vareiro, terá contribuído para a derrota sofrida perante o Benfica na fase decisiva de os «play-off».

  C129-2 Sprewer irá ter como colegas na sua nova equipa os seus compatriotas Terrence Radford-que transita da época passada-e Ruben Cotton, um veterano de 32 anos, naturalizado português, que na época passada esteve ao serviço da Oliveirense.

  C129-3 Alexandre Dias, Caetano, Moutinho, Nunes, Paulo Duarte, Rui Santos, José Ruivo e Henrique Silva completam o plantel, que será dirigido por o técnico Orlando Simões.

  C129-4 O orçamento para a nova época ronda os 25 mil contos e o principal objectivo é garantir a permanência do Esgueira no escalão principal.

  C129-5 O Beira Mar, a outra equipa da cidade de Aveiro, procedeu também no início desta semana à substituição do norte-americano Mike Smith por o seu compatriota Deshon Washington.

  C129-6 Segundo responsáveis do clube aveirense, Mike Smith apresentou-se em deficientes condições físicas e sem ritmo competitivo.

  C129-7 Deshon Washington, que joga na posição de extremo-poste, tem 23 anos de idade, mede 2,02 metros, e vai fazer dupla com o seu compatriota Kip Jones.

  C129-8 O técnico do Beira Mar, Aniceto Carmo, tem ainda ao seu dispor os seguintes atletas: Catarino (ex-esgueira), Paulo Sousa ( ex-salesianos), Rebelo, Traylor, Moreira, Mourinho, Alex Pires, Renato, João Miguel e Pinto.

  C129-9 Tendo como objectivo intrometer-se na luta por o título, o Beira Mar disporá, para a nova temporada, de um orçamento a rondar os 40 mil contos, verba substancialmente inferior à da época passada.

  C130-1 Em a sua globalidade, as respostas alimentam, apesar de tudo, um certo optimismo entre os que se interessam por a sorte dos bichos.

  C130-2 Para Jorge Rocha, o inquérito demonstrou «que há muitas câmaras do país que têm uma atitude de grande dignidade por os animais», apesar de serem letra morta as parcas disposições da legislação que regulamenta esta matéria e do imenso atraso no nosso país em relação a outros países europeus, onde há inclusivamente seguros e assistência à doença.

  C130-3 Protecção

  C130-4 De um modo geral, os animais domésticos que vivem no campo têm uma existência mais feliz do que os citadinos.

  C130-5 «Em as grandes cidades, os animais domésticos são normalmente mais maltratados, pois, em certa medida, entram em concorrência com as pessoas, ocupando as ruas, fazendo ruído nos prédios», observa o veterinário municipal da Câmara do Porto, Vítor Aires.

  C130-6 Em os concelhos rurais, essa concorrência não existe e os bichos mantêm, até, determinadas funções úteis, como a guarda ou a caça».

  C131-1 Atrás de Kerrigan na lista das grandes favoritas está a japonesa Yuka Stao, quarta em os «Mundiais» e que nos últimos tempos bateu patinadoras de grande nome como a alemã Tanja Szewczenko e a canadiana Josée Chouinard.

  C131-2 A China aposta tudo em Chen Lu, terceira classificada nos últimos dois «Mundiais», apontada como a atleta que melhor alia a técnica e a beleza.

  C131-3 Só depois surge Tonya Harding, campeã dos Estados Unidos.

  C131-4 E a grande dúvida é se as suspeitas da agressão à sua rival serão um «handicap» ou uma motivação.

  C131-5 Com 28 anos e tecnicamente ultrapassada por todas estas jovens, que não teriam mais de dez anos de idade quando conquistou a sua primeira medalha de ouro olímpica, em Sarajevo/84, está a «senhora patinagem» Katarina Witt, a mulher que explicou o facto de ser «sexy» em pista da seguinte forma:

  C131-6 «Antes de entrar, escolho um homem na assistência e danço só para ele."

  C132-1 «A Guerra do Golfo», 1991

  C132-2 Homens ensopados da cabeça aos pés por uma chuva de petróleo, com as chamas e o fumo deixados por as tropas iraquianas como cenário de fundo.

  C132-3 As imagens que Sebastião Salgado registou da guerra que opôs os Estados Unidos ao Iraque e que começou por a invasão do Kuwait não mostram mísseis Scud, nem a ferocidade dos exércitos dos dois inimigos.

  C132-4 Revelam a missão perigosa dos homens das 27 equipas de bombeiros enviadas para o «inferno» que os iraquianos atearam em 788 poços de petróleo quando se retiraram do Kuwait e que permitiram ao fotógrafo brasileiro concluir o seu «portfolio» sobre o homem e o trabalho.

  C132-5 «O Massacre na Argélia», 1997

  C132-6 A fotografia foi publicada na imprensa de todo o mundo há cerca de um ano, quando de o massacre de Bentalha, na Argélia, onde morreram cerca de duas centenas de pessoas, na noite de 22 para 23 de Setembro.

  C132-7 Cinco meses mais tarde, a imagem de uma mulher chorando a perda dos seus oito filhos, baptizada como «` pietà argelina», voltava a ser impressa, desta feita porque o seu autor, escondido atrás de o pseudónimo Hocine por razões de segurança, recebia o Prémio World Press Photo 1997.

  C133-1 Tem um projecto pessoal: encenar e interpretar, com a actriz Margarida Tavares, «O Amante», de Harold Pinter, em regime de co-produção no Teatro da Trindade, com estreia prevista para Julho.

  C133-2 «Tive um professor, João Brites, que nos dizia sempre que tínhamos que ter os nossos próprios projectos.

  C133-3 Achei que era importante assumir uma postura pessoal.

  C133-4 A maior parte das vezes, estamos a representar para agradar a outra pessoa -- quem está a dirigir e quem está a ensaiar -- e tantas vezes há insatisfação, ficam coisas por dizer."

  C134-1 Ida e volta do domicílio ao trabalho.

  C134-2 Parti de Cabo Verde há oito anos.

  C134-3 Estava sem trabalho, fazia uns biscates de vez em quando, mas nada de sério.

  C134-4 Se parti, foi porque para mim, como para todos os outros cabo-verdianos, só havia uma escolha: ficar e morrer à fome ou partir, não importa para onde, para onde pudesse encontrar trabalho e boas condições para sustentar a minha família.

  C135-1 Futebol --

  C135-2 Transmissão directa da cerimónia de abertura de o «Mundial» de Juniores, que se realiza no Estádio das Antas, no Porto.

  C135-3 Canal 2, 20h45

  C135-4 Futebol --

  C135-5 Transmissão em directo do jogo inaugural do Campeonato do Mundo de Juniores, Portugal-República da Irlanda, a contar para o Grupo A, a partir de as 21h00, no Estádio das Antas.

  C135-6 Canal 2, 23h30

  C137-1 Porque a imprensa está feita com a direita, como responderia o dr. Cunhal?

  C137-2 Explicação demasiado fácil e desculpabilizadora.

  C137-3 Se assim é, porque morreu a imprensa comunista, como o «Diário», porque se afastaram do Partido todos os jornalistas comunistas que trabalhavam em outros órgãos de informação?

  C137-4 A resposta é outra.

  C137-5 A resposta é que o Pp, com razão ou sem ela, demagogicamente ou não, para o caso tanto faz, tem tido a capacidade de impor os debates que suscitam a separação de águas, as fracturas políticas de que nascem as opções do eleitorado.

  C137-6 Enquanto que o PCP é um deserto de ideias, de discussão e até de coragem ideológica.

  C137-7 Nada é mais previsível, nada é mais desesperadamente igual e repetitivo do que o discurso do PCP.

  C137-8 Existe apenas como uma espécie de museu de ideias.

  C137-9 O Pp só tem sete por cento dos votos, mas não é difícil imaginar que possa crescer.

  C137-10 O PCP tem os mesmos sete por cento, mas quem imagina que possa subir?

  C138-1 Além de isso, a nova lei orgânica do LNIV veio atribuir-lhe mais responsabilidades (ver «Controlo da saúde animal ganha terreno», Público de 9-6-97) no âmbito das provas laboratoriais necessárias ao controlo sanitário dos animais e seus produtos -- a par de as normais competências no âmbito da Investigação e Desenvolvimento ( I & D) e das que decorrem do seu estatuto de autoridade nacional de referência para todas as questões referentes à saúde animal.

  C138-2 Por tudo isso, o ministro da Agricultura entendeu que não era possível adiar por mais tempo a decisão relativamente a o futuro do laboratório.

  C138-3 O despacho de Gomes da Silva aprova uma metodologia de realização faseada no tempo.

  C138-4 A primeira iniciativa consiste na abertura de um concurso limitado para a elaboração, por um gabinete de projectistas, do programa preliminar e do caderno de encargos que terá de ser apresentado no concurso público (segunda fase) para a concepção e execução das novas instalações.

  C138-5 Este ciclo, a iniciar muito brevemente, deverá ser cumprido até ao final do próximo ano.

  C138-6 A terceira fase do processo consistirá na construção das instalações propriamente ditas, cujo arranque ocorrerá em 1999 e não deverá estar concluída antes de passados três anos.

  C139-1 mais de mil casais tinham-se oferecido, até quinta-feira à noite, para recolher provisoriamente refugiados, sobretudo crianças.

  C139-2 Mas hoje [ontem], quando perceberam que não era para adoptar, começaram também a aparecer pessoas interessadas em receber também as mães», explicou uma fonte do Fórum Estudante, que está a organizar a Missão Crescer em Esperança.

  C139-3 Em as instalações do Instituto da Juventude, «o telefone não pára de tocar».

  C139-4 Também na Madeira, a delegação da Cáritas no Funchal tem recebido inúmeras solicitações de famílias do arquipélago dispostas a receber crianças da Bósnia.

  C139-5 Apesar de os muitos pedidos de adopção, as pessoas estão a ser informadas que as crianças apenas serão recohidas temporariamente, «entre nove a doze meses», segundo o «Jornal da Madeira».

  C140-1 Ecologistas falam em mercado negro na região de Castilla y Léon

  C140-2 Lobos leiloados junto a Montesinho

  C140-3 Os lobos não têm fronteiras, para além das que eles próprios delimitam.

  C140-4 Mas, um simples salto sobre a linha que divide o Parque Natural de Montesinho da Reserva Regional de Caça da Serra da Culebra, na região espanhola de Castilla y Léon, pode significar um passo da vida para a morte.

  C140-5 Protegido em Portugal, o lobo é considerado uma espécie cinegética no lado de lá da fronteira, onde, desde há dois anos, tem vindo a ser leiloado o seu abate e a prosperar um mercado negro em torno de os seus restos.

  C141-1 Curiosamente, na conferência de imprensa em que anunciou o «adeus», o primeiro-ministro não apresentou justificações de peso para a decisão.

  C141-2 «Decidi demitir-me hoje.

  C141-3 Pensei ser chegado o tempo de renovar as pessoas do Governo e começar de fresco no ano novo» -- afirmou, revelando que tomara a decisão dia 1.

  C141-4 A justificação, para muitos analistas, pode procurar-se na frase de alívio de Murayama após o seu copo de «saké».

  C141-5 A impopularidade pessoal e do seu executivo tornara-se demasiada.

  C142-1 «Eles fizeram da nossa aldeia um cemitério», contou uma velha.comment

  C142-2 O cemitério de Sidi Hammed vai ter de ser alargado --

  C142-3 até agora, as pessoas morriam de doença ou de velhice.

  C142-4 Homens e pás cavavam ontem freneticamente, que já tinha passado um dia, e camiões descarregavam cimento em quantidades que a aldeia, de casas de argila e telhados de chapa nunca tinha visto.

  C143-1 Atletismo: recorde do disco a 65,40 m

  C143-2 Teresa Machado a nível mundial

  C143-3 A sportinguista Teresa Machado estabeleceu no domingo, numa pequena reunião realizada em São Jacinto, perto de Aveiro, um novo recorde nacional do disco, alcançando a marca de 65,40 m.

  C143-4 O anterior máximo fora conseguido no mesmo local a 8 de Agosto de 1993, com 63,70 m.

  C143-5 A sportinguista abriu a sua série com 62,16 m, subiu a seguir para 63 metros exactos e o novo máximo chegou na terceira ronda.

  C143-6 A acabar confirmou a sua regularidade com 61,87 m, 62,84 m e 63,09 m.

  C144-1 O Sporting já ganhou (a Taça de Portugal) e já voltou a perder ( com o Benfica no jogo de repetição, na quarta-feira, no Restelo, com meio plantel ainda sob os festejos do fim do jejum de 13 anos).

  C144-2 Mas por as bandas de Alvalade continua ainda por deslindar o mistério do irlandês Niall Quinn, contratado num dia por o novo Sporting de Santana Lopes e descontratado no dia seguinte com o mesmo espalhafato mediático.

  C144-3 Só porque, de facto, o actual clube do irlandês, o Manchester City, tratou o Sporting como «um clube terceiro-mundista», como alegou Santana Lopes?

  C144-4 Ou a história tem mais que ver com os números do negócio (mais de 400 mil contos por um jogador à beira de os 30 anos, indesejado por os técnicos de Alvalade e «chumbado» por o respectivo departamento médico)?

  C144-5 A ser verdade, o Sporting continua a fazer negócios à Cintra.

  C144-6 E a portar-se à Cintra, não dando cavaco, sequer, ao jogador, que até já vendera a casa lá na Old England.

  C144-7 Será que está a nascer o Sporting Cavaco Lopes?

  C145-1 De um modo aparentemente displicente, mas evidentemente estudado nos seus efeitos, surgem referências a Nitsch Hermann e a Rodolf Schwarzkogler, por exemplo, personagens que, com Arnulf Rainer e Günter Brus, compuseram um grupo de artistas vienenses capaz de, nos anos 60, provocar escândalo não só na cena pantanosa e hipócrita da arte austríaca do pós-guerra, como no conjunto da arte ocidental.

  C145-2 Radicalizando a ideia das vanguardas em reduzir cada linguagem artística à sua especificidade, eles acabaram por inverter a lógica de purificação de meios do modernismo.

  C145-3 O corpo humano (na sua realidade física) tornou-se suporte -- ou, se quisermos, a própria matéria-prima da obra de arte.

  C145-4 Chamaram-se a si mesmos «actionistas», embora o movimento, que se espalhou largamente até aos anos 70, seja designado globalmente por «body art [body art]», ou surja nos textos de Bowie como «arte ritual».

  C146-1 Por mim, achei que foi infeliz semelhante comparação (...) e, muito menos, em relação a aquele grande estadista, que penso ser respeitado em todo o mundo, sempre a rigor fardado, de franciscanas e respeitáveis barbas e de linguagem tão simples que todo o explorado da terra entende e o povo cubano venera e ama.

  C146-2 Em Cuba, que foi seio do jogo imundo de casinos festivos para uns tantos, de negra prostituição, ninho da mais atroz repressão capitalista e berço das maiores e notáveis desigualdades sociais e indignas de qualquer ser humano, Fidel de Castro, o tal dinossauro, fez ao longo destes sacrificados anos de revolução, com que seja o país do mundo onde o tratamento do flagelo da Sida (reportagem transmitida há tempos por a nossa livre TV) está mais avançado; onde o analfabetismo (outrora de taxa elevadíssima) seja já quase letra morta; onde o sistema de ensino fez e continua a fazer brilhantes progressos de cidadãos de reconhecido mérito mundial nas artes e nas letras; onde o bem-estar social, a solidariedade e a cultura ocupam o lugar da tristeza, da indigência (...)

  C147-1 Debate-se agora se terá sido oportuno ou nefasto o reconhecimento internacional da Croácia e houve quem recordasse que a guerra servo-croata já estava em curso em 1991, antes desse reconhecimento.

  C147-2 Mas este não é o cerne da questão, o cerne da questão é a Bósnia.

  C147-3 A Croácia e a Eslovénia eram duas realidades geopolíticas suficientemente coesas;

  C147-4 a sua dignidade enquanto nações, e logo enquanto Estados, estava firmada.

  C147-5 O mesmo não se passa na Bósnia, onde as etnias convivem ao simples nível da coabitação.

  C147-6 Por isso, constituiu um erro reconhecer a Croácia sem antes ter preparado uma solução viável para a Bósnia, e não há paixão ideológica capaz do apagar, se bem que seja inútil dramatizar um erro de natureza diplomática.

  C148-1 A urbanização de Arcena passou por um complicado processo, com origem numa venda entre sócios da empresa proprietária, a Eurocapital.

  C148-2 Perante a falta de pagamento dos compradores, os sócios vendedores reclamaram em tribunal a restituição dos seus direitos sobre a urbanização, o que viriam a conseguir no início deste ano.

  C148-3 Durante o período em que estava indefinida a propriedade dos edifícios, grande parte de eles foram ocupados por imigrantes africanos.

  C148-4 Em 9 de Abril último, o tribunal de Vila Franca iniciava acções de despejo, para a restituição da totalidade da urbanização à Eurocapital.

  C148-5 A maior parte das cerca de 260 pessoas desalojadas instalou então abrigos improvisados numa das ruas da urbanização.

  C149-1 Polícia localiza raptores

  C149-2 A polícia alemã localizou, ontem de manhã, os dois criminosos que fizeram cinco reféns durante uma fuga de mais de 27 horas por a Alemanha, após terem assaltado um banco, na segunda-feira, em Stuttgart.

  C149-3 Quando tentavam controlar a identidade de um homem perto de uma cabina telefónica em Driedorf, em Hessen, os polícias foram alvo de tiros, tendo respondido.

  C149-4 O homem acabou por fugir a pé.

  C149-5 Importantes reforços foram já enviados para a zona.

  C149-6 Os dois criminosos tinham libertado, ontem, por volta de as 4h50 locais, os três reféns que detinham, um de os quais ferido, segundo a polícia de Wiesbaden.

  C149-7 Os reféns, um homem e um casal, encontravam-se a cerca de 60 quilómetros a norte de Frankfurt.

  C149-8 Após uma perseguição de mil quilómetros através do país, a polícia a distribuíu-se por a autoestrada entre Hofheim e Wiesbade.

  C149-9 Os agentes decidiram dar vantagem aos raptores por estes terem ameaçado suicidar-se com os reféns fazendo explodir uma granada, caso a polícia os seguisse a curta distância.

  C149-10 Os delinquentes começaram por sequestrar dois polícias no seguimento do assalto ao banco que lhes rendeu 250 mil marcos, tendo feito depois três novos reféns.

  C149-11 Os dois criminosos, um antigo soldado de elite do exército da Alemanha de Leste de 32 anos, e um suíço de 35, evadiram-se, há três semanas, de uma prisão de Hamburgo, acusados de homicídio e assalto à mão armada.

  C149-12 Segundo as autoridades, «não está excluída a possibilidade de que os raptores se dirijam para França».

  C149-13 Condenado a prisão perpétua

  C150-1 Raisa Gorbatchov ganha Donna --

  C150-2 O prémio literário Donna- Cidade de Roma, 1992, foi atribuído a Raisa Gorbatchov, por a sua biografia-testemunho, «Io Spero», editada no Verão passado, anunciou ontem, na capital italiana, a presidente do júri, a escritora Gabriella Sobrino.

  C150-3 O galardão será entregue numa cerimónia a decorrer a 28 de Março, mas ainda não está confirmada a deslocação de Raisa a Itália.

  C150-4 Quadros falsos descobertos em Paris --

  C150-5 Telas atribuídas a Picasso, Miró e Martinez foram descobertas ontem, por a polícia Judiciária de Paris, na casa de um galerista de origem americana, Theodor Robertson.

  C150-6 A descoberta aconteceu na sequência de uma busca efectuada à sua residência, em França.

  C150-7 Robertson era alvo de um mandato internacional de captura, por acusações de fraude e falsificação.

  C151-1 Movimento reduzido em o «floor» lisboeta leva à extinção da direcção de operações

  C151-2 Luzostela e nove empréstimos retirados da Bolsa de Lisboa

  C151-3 Nove empréstimos por obrigações e as acções da Luzostela foram ontem retirados da cotação na Bolsa de Lisboa.

  C151-4 Dificuldades financeiras são o motivo invocado para a medida.

  C151-5 Os responsáveis do mercado lisboeta decidiram também extinguir a direcção de operações.

  C151-6 A reduzida actividade de o «floor» já não justificava a sua existência.

  C152-1 O escândalo Augusta explodiu no seguimento das investigações sobre o assassinato, em 1991, de um antigo ministro socialista francófono, André Cools.

  C152-2 De acordo com Philippe Moureaux, ex-vice-primeiro-ministro do mesmo partido, a sua morte ocorreu no momento em que Cools estaria prestes a revelar o pagamento de as «luvas» por a firma italiana.

  C152-3 O PS foi o primeiro atingido por o caso:

  C152-4 em Janeiro de 1994, os «três Guys» -- Guy Spitaels [Guy Spitaels], ministro-presidente da Valónia, Guy Coeme, ministro da Defesa, e Guy Mathot, ministro regional -- foram forçados a demitir-se para assegurar a sua defesa depois da sua imunidade parlamentar ter sido suspensa.

  C153-1 Em este caso, há duas coisas que custam sobremaneira a Fernando Neves.

  C153-2 Primeiro: o processo coloca-o na ingrata posição de delator dos seus camaradas.

  C153-3 Segundo: a queixa foi apresentada por o governador civil, um homem que Neves chegou a louvar por a sua disponibilidade para o diálogo, que contrastou com o silêncio comprometido do presidente da Câmara de Castelo de Paiva, Antero Gaspar.

  C153-4 «Não estava nada à espera de isto», diz o mineiro.

  C153-5 Entretanto, por causa deste processo, a agitação ameaça voltar ao Pejão.

  C153-6 Os mineiros estão dispostos a manifestar-se na sede do concelho em solidariedade com o seu camarada, ao mesmo tempo que está a ser preparado um abaixo-assinado.

  C153-7 «Se querem prender alguém, têm que nos prender a todos, porque fomos nós todos juntos que cortámos a estrada e barricámos a empresa.

  C153-8 Sempre quero ver se têm prisões que cheguem para lá meter dentro 500 mineiros!", diz Manuel Vasconcelos.

  C154-1 Manuel Marta continua fugido

  C154-2 O médico Manuel Almeida Marta, principal suspeito do crime de Armamar, continua a ser procurado por as autoridades.

  C154-3 As buscas duram há 72 horas, sem que tenha sido descoberto o paradeiro do médico que por pouco escapou a um linchamento popular.

  C155-1 Muito mais não diz, nem vale a pena, apenas um sussurro curto de remorso.

  C155-2 «Estou arrependido, mas não tinha comido nada.

  C155-3 Foi só por isso."

  C155-4 O Tribunal de Polícia entende as palavras de Agostinho como pesar sincero, e esta é uma pequena condição muito prezada por a letra e forma da lei.

  C155-5 Mas uma atenuante não é um perdão, e os códigos esticam as penas em caso de reincidência.

  C155-6 «Ainda se considera, por a última vez, ser desnecessária a prisão», dita o juiz para o escrivão, convertendo os cinco meses na penitenciária em 45 mil escudos de multa, ou, em alternativa, em cem dias de detenção.

  C155-7 Atende-se, também, a a «situação económica do arguido» e autoriza-se o pagamento da multa em dez prestações.

  C155-8 Quanto a o carvão, que já regressara ao restaurante quando Agostinho saiu do tribunal, foi grelhar carne para quem a come.

  C156-1 «Se for a bem, tudo bem»

  C156-2 Esta foi a argumentação apresentada na reunião de Câmara, que mereceu, invariavelmente, alguma diplomacia na resposta dada por o presidente.

  C156-3 Disse vezes sem conta Manuel Machado que, «no que for válido e legítimo», a edilidade está disposta a encontrar «uma alternativa possível».

  C156-4 E «não ajuda muito técnicas de bloqueios a máquinas.

  C156-5 Se for a bem, tudo bem; se for a mal, arranja-se aí um '31' que só o tribunal resolve.

  C156-6 É preferível concertação de soluções», advertiu.

  C156-7 Besteiros replicou entre dentes:

  C156-8 Mas se a alternativa for a estrada, não é possível».

  C156-9 Manuel Machado foi mais longe:

  C156-10 por falar em alcatrão, o presidente relembrou aos moradores que, por altura das campanha para as eleições autáquicas de 1993, lhe tinha sido pedido alcatrão para o local.

  C156-11 Depois alertou para outro aspecto:

  C156-12 «Constata-se que nem sempre, na altura própria, os munícipes dão atenção aos editais.

  C156-13 Porque nenhum loteamento avança em Coimbra sem publicação de editais».

  C156-14 E concluiu:

  C156-15 «Não falem em falta de diálogo.

  C156-16 Nenhuma audiência dos moradores foi pedida à Câmara.

  C156-17 Foi apenas recebido um fax da CHEM a mandar parar as obras, mas não se pode retomar o PREC numa situação desta natureza».

  C157-1 Redução orçamental na Áustria

  C157-2 Os dois principais partidos austríacos chegaram ontem a um acordo para fazer reduções orçamentais no valor de 100 mil milhões de xelins (perto de 1500 milhões de contos) em 1996 e 1997.

  C157-3 Dois terços dessas economias serão obtidas através de cortes nas despesas do Estado Federal, províncias e autoridades comunais, estando o resto dependente de um aumento de receitas.

  C157-4 As medidas, anunciadas por os ministros da Economia, Johannes Ditz (conservador), e das Finanças, Viktor Klima ( social-democrata), numa conferência de imprensa comum, destinam-se a assegurar o cumprimento dos critérios de convergência, assegurando que a Aústria possa entrar no primeiro comboio da União Económica e Monetária.

  C157-5 Sem estas reduções, o défice público representaria 6,1 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) este ano e 6,5 em 1997, valores muito acima de o limite de três por cento imposto por Maastricht.

  C157-6 PIB desce em França...

  C158-1 O Pp decidiu ontem em reunião do grupo parlamentar adoptar a liberdade de voto e Helena Santo ficou à-vontade perante o debate parlamentar da próxima quinta-feira em que serão votados os projectos de alteração e liberalização do aborto.

  C158-2 A deputada não decidiu ainda, contudo, se se vai abster ou votar a favor de o texto de Strecht Monteiro, mas assume claramente que considera o projecto «pró-natalista» e «vem corrigir a lei em vigor», por o que «merece simpatia».

  C159-1 Este afirmou que o seu objectivo é devolver à CIA a credibilidade perdida.

  C159-2 Precisou que ia «realizar mudanças profundas na gestão da CIA», designadamente em o que respeita aos critérios aplicados no recrutamento de agentes.

  C159-3 «Os EUA têm de ter a melhor capacidade do mundo para recolher informações», concluiu.

  C159-4 Aldricht Ames, após ter sido descoberto, confessou que espiava a favor de Moscovo havia nove anos, desde Abril de 1985.

  C159-5 Devido a a acção de Ames, explicou o actual director da CIA, foi muito mais difícil para os EUA compreender o que se passava na URSS durante aquele período crítico, porque ele denunciou aos soviéticos muitos agentes que trabalhavam para os serviços americanos.

  C160-1 Depois de Cantanhede, a formação apresenta-se hoje em Vila Real, no sábado no Porto e na próxima quinta-feira em Tomar.

  C160-2 Até 24 de Outubro, a Nova Filarmonia -- que actualmente é composta por 35 músicos -- estará em Covilhã, Leiria, Paio Pires, Lisboa, Coimbra, Valença, volta a Vila Real e, finalmente, toca em Matosinhos.

  C160-3 Entre os variadíssimos patrocinadores destes concertos, encontram-se, entre outras empresas e instituições financeiras, a Rodoviária Nacional, Portucel, Shell Portuguesa, Sonae, Banco Totta & Açores e Montepio Geral.

  C160-4 Entre os concertos previstos para Novembro, destaca-se o de dia 3, no Palácio Nacional de Queluz, quando a orquestra acompanhar o pianista Sequeira Costa, que interpretará o concerto nº 1, opus 11, de Chopin, com o patrocínio da GALP.

  C161-1 O rio Grande nasce no concelho de Torres Vedras e atravessa todo o concelho da Lourinhã sendo as suas águas consideradas excessivamente poluídas e impróprias para qualquer uso, segundo dados de 1987 da Direcção Geral da Qualidade do Ambiente.

  C161-2 Em este estudo são apontados como principais fontes poluidores as pecuárias, matadouros e esgotos domésticos sendo observados vários casos de contaminação de águas de fontanários e poços.

  C161-3 A a sua poluição deve-se ainda o desaparecimento dos famosos bivalves negros de a «Mexelhoeira», uma zona de rochas entre as praias da Areia Branca e do Peralta.

  C161-4 As histórias da poluição do rio Grande correm toda a região, desde o aparecimento de cadáveres de animais na sua foz até ao boato de um surto de hepatite B que no ano passado afastou centenas de veraneantes.

  C161-5 Em a perspectiva da autarquia este quadro está em vias de melhorar pois existem já projectos para cinco estações de tratamento domésticos das principais localidades do concelho e duas centrais de tratamento de dejectos das suiniculturas para posterior transformação em fertilizante, já candidatas a fundos comunitários, isto para além das várias pequenas estações de tratamento que estão previstas em todo o concelho.

  C161-6 A Câmara Municipal aponta os complicados processos burocráticos como os grandes entraves para que tudo se concretize uma vez que a maioria dos apoios financeiros já estará garantida.

  C162-1 Comboios da ONU regressam à Bósnia central

  C162-2 A migalha humanitária

  C162-3 A ajuda humanitária, que finalmente recomeçou a mover-se em direcção à Bósnia central, pode revelar-se uma arma de dois gumes.

  C162-4 Adia o sofrimento de uma população esgotada e esfomeada, mas não o resolve de vez.

  C162-5 Crescem os receios de que antes contribua para prolongar uma guerra devastadora e alimentar os florescentes circuitos do mercado negro.

  C163-1 Quanto a o projecto paisagístico, as dúvidas persistem.

  C163-2 Armindo Cordeiro, da Câmara Municipal de Lisboa, afirma ainda não ter sido aprovado nenhum, mas que tal virá a acontecer a breve trecho, cabendo a responsabilidade ao Departamento de Espaços Verves, já que o projecto apresentado por a Junta de Freguesia foi recusado por não reunir os requisitos de qualidade necessários.

  C163-3 Também Armindo Cordeiro é peremptório ao afirmar que o logradouro ajardinado não será destruído, mas pelo contrário ampliado, assim como melhorará a situação dos moradores e lojistas da zona.

  C163-4 Acabará com o desleixo e a degradação do parque actualmente existente, que não tem cuidados de jardinagem há muito tempo e que poderá transformar-se em poiso de marginais e toxicodependentes.

  C164-1 Abílio Lourenço, da Comissão de Luta dos Professores de Educação Tecnológica (Colpet), lembra que a anterior tutela se limitou a reconverter os professores de Trabalhos Oficinais em professores de Educação Tecnológica, sem lhes dar qualquer tipo de formação.

  C164-2 Como resultado, quando têm alunos, estes docentes limitam-se a leccionar aquilo que leccionavam antes da reestruturação:

  C164-3 as professoras de Têxteis só ensinam Têxteis, os professores de Electrotecnia só dão a «sua» matéria e por aí adiante.

  C164-4 Em as acções de formação que a Colpet tem vindo a organizar, ficou provado que os docentes não cumprem os novos programas porque não lhes foi dada a necessária reciclagem.

  C164-5 Como só dominam uma das matérias do programa, quando são confrontados com o enunciado de uma Prova Global de Educação Tecnológica, os professores, na generalidade, não sabem resolvê-la.

  C165-1 A rapariga franzina faz o que pode, mas a voz é tão titubeante que o apresentador tem logo que ir buscar outra cantora à multidão.

  C165-2 Percebe-se que a grande massa de gente está ali mais ou menos como o Padrão dos Descobrimentos: para proporcionar à Sic o seu «show» de ilusão, a ideia de que uma multidão entusiástica rodeia o palco, o que serve às mil-maravilhas os primeiros planos das câmaras.

  C165-3 As coisas animam-se decididamente com «Crocodile rock» de Elton John.

  C165-4 Os cantores sucedem-se, Miguel Ângelo já pula, por momentos dança à Elvis e põe o concorrente a dançar.

  C165-5 «Quantas Laura Pausini estão aqui esta noite?", pergunta. comment

  C165-6 As duas primeiras jovens fraquejam e Miguel vai logo buscar outra. comment

  C166-1 Parque de Ermesinde pronto no fim deste mês

  C166-2 O novo parque urbano de Ermesinde, que começa a ganhar forma junto às ruínas da antiga Fábrica da Cerâmica (vulgo Fábrica da Telha), ficará pronto em finais deste mês.

  C166-3 É esta a expectativa assumida por o presidente da Câmara de Valongo, Fernando Melo, empenhado em abrir aos ermesindenses a primeira fase deste novo equipamento de passeio e lazer antes que se escoe o presente mandato autárquico.

  C166-4 Como o Público pôde constatar no local, a ideia é transformar, nesse curto espaço de tempo, um terreno que ainda se encontra revolvido e enlameado numa área relvada cruzada por passeios e estadias.

  C166-5 Já podem ser vistas algumas das estruturas que vão integrar o parque, despontando no meio de um piso em rebuliço.

  C166-6 São os casos de alguns dos caminhos e do pequeno anfiteatro ao ar livre destinado a espectáculos estivais.

  C167-1 Hoje e amanhã, decorrem na Sala Polivalente do Acarte as últimas de «Josa com o Violino Mágico» dos London Puppet Players.

  C167-2 Porto: no Carlos Alberto, continua «Luzes de Palco», a última produção da Seiva Trupe.

  C168-1 Fórum internacional sobre o livro em Lisboa

  C168-2 «Que futuro para o livro em a Europa» é o mote que preside a um fórum internacional que a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) organiza, em 16 e 17 de Fevereiro, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

  C168-3 Para além de representações de várias estruturas associativas europeias de editores e livreiros, está prevista a presença do comissário europeu com a pasta da Cultura, Martin Bangemann, bem como de vários membros do Parlamento Europeu.

  C168-4 A discussão centrará-se-em três grandes painéis: a edição na sociedade europeia de informação, a dimensão cultural no Tratado da União Europeia e o mercado do livro na Europa: problemas de comercialização (preço fixo).

  C168-5 O ministro da Cultura português, Manuel Maria Carrilho, encerra o debate.

  C169-1 Qual é a diferença entre trabalhar em teatro e em cinema?

  C169-2 Em o teatro tenta-se encontrar a unidade do espectáculo, cria-se um tempo, e não um momento --

  C169-3 cria-se um tempo fora de o tempo.

  C169-4 Em o cinema, essencialmente o que se apanha é o momento de qualquer coisa.

  C169-5 Devido a o lado fraccionado do cinema, trabalha-se momento a momento e um momento pode ser reduzido a três segundos de expressão, de emoção de vontade--

  C169-6 é um trabalho sobre o detalhe.

  C170-1 Foi em 1913 que a aventura teve início.

  C170-2 Jesse Lasky, a conselho de Sam Goldfish (depois Goldowyn) dá a primeira oportunidade a DeMille para fazer um filme: «The Squaw Man».

  C170-3 O palco das filmagens seria New Jersey.

  C170-4 Os sicários do faraó Edison, cujo «trust» controlava as patentes das máquinas de filmar forçaram o grande êxodo.

  C170-5 Eis lo de abalada para Flagstad, Arizona, com mais quatro cúmplices, entre eles o actor Dustin Farnum.

  C170-6 Desiludido com o local, DeMille segue mais para Oeste (seguindo, como os pioneiros, as palavras de Horace Greeley: «Go west young man, and grew up with the country» ) e assenta arraiais num velho celeiro comprado numa zona quase deserta: Hollywood.

  C170-7 Se outros já por lá andavam, fugidos à ira faraónica, é a partir de então que a zona começa o seu «boom», tornando-se, em poucos anos, a capital dos sonhos.

  C170-8 Nascia a nova «Terra Prometida».

  C170-9 O filme foi um êxito e DeMille até ao fim da primeira grande guerra dirigiu e supervisou mais de metade dos filmes da sua carreira.

  C170-10 Desde logo se manifestou a habilidade de o «regisseur» controlando mais de um filme em simultâneo.

  C170-11 É paradigmático o caso de «A Marca de Fogo» (The Cheat), esse filme que marcou a crítica francesa e o cinema de vanguarda dos anos 20, que fez de ele a sua bandeira e deu ao cinema a categoria de arte (a sétima).

  C170-12 «A Marca de Fogo» foi filmado em 1914 em simultâneo com «The Golden Chance, o primeiro de dia e o segundo de noite.comment

  C170-13 Estreado um ano antes de «Nascimento de Uma Nação», «A Marca de Fogo» é uma obra surpreendente por tudo o que trouxe de novo em termos de linguagem cinematográfica, nos enquadramentos e na iluminação de interiores.

  C171-1 Mas o programa cultural abre logo às 22h00 do dia 3 de Julho, uma sexta-feira, com a actuação da Orquestra Ligeira do Conservatório de Coimbra, na Praça do Comércio, e encerra no mesmo local e à mesma hora no domingo, dia 12, com os Cool Hipnoise.

  C171-2 Este mesmo espaço, no coração da cidade, acolhe ao longo de a semana e sempre à mesma hora um espectáculo de música e dança sevilhana (dia 6), o grupo Negros de Luz (dia 7), Fausto (dia 8), Cesária Évora (dia 10) e Carlos de o Carmo (dia 11).

  C171-3 Muito perto, nas principais ruas da Baixa de Coimbra, a animação será constante, garante a organização.

  C171-4 A os saltimbancos, bombos e gigantones juntarão-se-, ao longo de os vários dias de festa, a música, o malabarismo, animações de fogo, teatro e fantoches.

  C172-1 Há algo de verdadeiramente diferente em «Where In The World, o seu último trabalho?

  C172-2 Penso que o fundamental é que «Where In The World é o primeiro álbum mesmo «da banda», é só isso.comment

  C172-3 O álbum funciona mais como uma afirmação, é feito como um todo, não soa como três ou quatro discos diferentes.

  C172-4 Não se construiu um mundo diferente para cada um dos seus temas, em estúdio.

  C172-5 Embora haja um lado frustrante:

  C172-6 quando, finalmente, conseguimos um disco realmente da banda, ficamos sem um dos músicos.

  C173-1 Menores em bordel encerrado por a PJ

  C173-2 A directoria de Faro da Polícia Judiciária encerrou na passada quarta-feira, após denúncia, e na sequência de investigações que estavam a ser feitas no Algarve sobre o aliciamento de mulheres para a prostituição, um bordel na zona de Ferreiras.

  C173-3 Em a operação foram detectadas, entre outras, quatro jovens com idades compreendidas entre os 16 e os 18 anos, que eram forçadas, segundo a PJ, a exercer a prostituição.

  C174-1 Lei da Greve fica hoje pronta

  C174-2 O PSD decidiu deixar hoje pronta a Lei da Greve.

  C174-3 Para isso, depois do debate na generalidade agendado para hoje, pedirá a avocação dos artigos do seu projecto-lei, de maneira a deixar feita a discussão na especialidade, «despachando» assim esta questão antes de férias.

  C174-4 Em protesto contra esta «pressa» social-democrata, que deitará por terra o projecto do CDS, a oposição decidiu não dar acordo para que a Lei Orgânica do Ministério Público, que regressou ao Parlamento ferida de inconstitucionalidades, seja expurgada antes do prazo regimental.

  C174-5 Assim, a aprovação desta lei, prevista para amanhã, obrigará à realização de uma sessão extraordinária, já marcada para a próxima quarta-feira.

  C175-1 Um líder sempre tem os seus fiéis.

  C175-2 Mas, com a normal tendência para a redução da realidade, passou-se a falar não apenas em a «Escola do Porto», conceito com origem numa falácia regionalista já muito afastada, mas numa já mesquinha e inexistente «Escola do Siza».

  C175-3 A arquitectura de Siza Vieira não o permite, talvez porque em todo o lado seja próprio da liderança cultural, o não se submeter às regras que ela própria cria.

  C175-4 Como estilo que nunca se chega a definir, como caminho que está sempre interminado, a «obra de o mestre» é mais a permanente inflexão que a coerência inabalável.

  C175-5 Em Setúbal, uma pequena obra prima

  C176-1 «Apaixonei-me imediatamente por a «Casa dos Espíritos».

  C176-2 Telefonei mil vezes para a agente de Isabel Allende, e finalmente consegui, isso foi nos Estados Unidos, onde forcei Isabel a ver «Pelle , o Conquistador» antes da estreia na Dinamarca.

  C176-3 Isabel respondeu-me que ia pensar na proposta.

  C176-4 Em o dia seguinte ligou para mim, e disse que estava interessada.

  C176-5 Agora, o financiamento do projecto foi muito complicado, tentei na Suécia e mais tarde consegui na Alemanha -- comment

  C176-6 este filme é mesmo internacional.

  C176-7 Mas a adaptação ao cinema foi fácil.

  C176-8 A minha ambição era a de contar exactamente a mesma história da de Isabel.

  C176-9 Depois tive que encontrar os melhores actores que há neste mundo, o que também foi muito complicado e fascinante, e eu acho, sinceramente, que conseguimos criar uma família credível para a «Casa dos Espíritos».

  C176-10 Optávamos por filmar em Portugal porque era demasiado difícil no Chile, onde as autoridades não vêem com bons olhos, ainda hoje, uma recriação cinematográfica do golpe de estado contra Salvador Allende.

  C176-11 Tentámos na Espanha --

  C176-12 mas sairia muito caro.

  C176-13 E devo dizer que a parte portuguesa da nossa grande equipa tem sido eficaz e prestável.

  C176-14 As autoridades portuguesas, entre elas os militares, têm sido muito abertas», concluiu Bille August que ainda revelou que «A Casa dos Espíritos» terá a sua primeira estreia na Alemanha em Outubro deste ano.

  C177-1 O estado da arte

  C177-2 A reinvenção de Gutenberg

  C177-3 Calmamente, sem grandes foguetes de «marketing», acaba de acontecer um daqueles pequenos passos na informática que podem significar uma grande revolução para o mundo da comunicação tal como o conhecemos.

  C177-4 Trata-se da aliança entre a Adobe, a mais importante empresa no ramo da concepção de produtos para edição electrónica e a Netscape, que em seis meses capturou 75 por cento do mercado de programas de navegação na Internet com o produto que lhe deu o nome.

  C178-1 Música irlandesa em Évora: os Wingers tocam na Feira de São João, naquela cidade.

  C178-2 Em o âmbito do Ciclo Jovens Compositores, organizado por o Acarte da Fundação Gulbenkian, pode escutar-se a obra"..."" Há Dois Ou...", de António de Sousa Dias.

  C178-3 Os intérpretes são João Natividade (movimento), Luís Madureira (voz), Olga Pratts (piano), Pedro Wallenstein (contrabaixo), António de Sousa Dias (percussão) e Clemente Cuba (desenho de luzes).

  C178-4 A as 21h30.

  C179-1 A atleta e o seu técnico, João Campos, elegeram a corrida de 10.000m como um meio de ela se sagrar campeã olímpica.

  C179-2 «Apesar de ser a recordista mundial dos 5000 m, é nos 10.000m que a Fernanda se exprime melhor», considera Campos.

  C179-3 «Dado que os horários das duas provas, légua e dez mil, são incompatíveis, decidimos a concentração apenas no maior."

  C179-4 Fernanda Ribeiro não se aterroriza sequer com as condições climatéricas que, decerto, irá encontrar -- muito calor e humidade.

  C179-5 «O clima é igual para todos e não me preocupa muito.

  C179-6 Iremos com antecedência para nos adaptarmos.

  C179-7 Claro que preferia correr em condições idênticas às que encontramos em Portugal, mas, não sendo possível, paciência." comment

  C179-8 Quanto a adversárias, a sua posição é digna de uma recordista mundial:

  C179-9 «As mais temíveis deverão ser as do costume, em especial a etíope Tulu.

  C179-10 A [sul-africana] Meyer não sei se escolherá os 10.000m ou a maratona e as chinesas apresentam altos e baixos e nunca repetiram as marcas de 1993."

  C180-1 Em o Word, o salto da versão 2.0c para a 6.0 significou uma alteração profunda na orientação do programa.

  C180-2 Em vez de acrescentar uma infinidade de características novas, o novo Word privilegiou a consistência de funcionamento e a facilidade de acesso e de aprendizagem.

  C180-3 Um dos objectivos do novo Word foi também assegurar a máxima coerência entre as versões para Windows e para Macintosh.

  C180-4 Desde o manual (que é o mesmo para os dois produtos) ao formato de ficheiros, tudo deverá contribuir para que a mudança entre estas duas plataformas não ofereça qualquer problema.

  C180-5 Ambas as versões se baseiam no mesmo «núcleo de código», como lhe chama a Microsoft -- embora pareça que este núcleo tenha mais a ver com a versão Macintosh que com a de Windows:

  C180-6 por exemplo, o excelente «search and replace» tem características que só existiam na versão 5.1 para Mac.

  C180-7 O WordPerfect, por seu lado, ao passar de 5.2 para 6 tornou-se praticamente num novo produto.

  C180-8 Foi, dos três, o que teve a alteração mais radical e, por isso, é o que apresenta a maior quota-parte de problemas.

  C181-1 Quando as imagens do Cobe foram publicadas, elas emocionaram toda a gente.

  C181-2 Afinal elas representavam o embrião do nosso Universo.

  C181-3 Um embrião tão primitivo que quase parecia impossível recuar mais no tempo.

  C181-4 No entanto, Smoot pensa que vai ser possível ir ainda mais longe.

  C181-5 «Penso que é possível recuar ainda mais no tempo», diz o astrofísico.

  C181-6 «Acho que vai ser possível aprender algo mais sobre a inflação do Universo e sobre o seu princípio.

  C181-7 Acho que é mesmo possível chegar até ao Big Bang.

  C181-8 A grande questão é saber se havia alguma coisa antes daquilo que chamamos o Big Bang ou se saltámos do nada para o algo."

  C182-1 Em Coimbra, os estudantes marcaram um golo à defesa menos batida da prova, marca suficiente para alcançar o triunfo e justificar a recuperação das últimas jornadas, que já levou a equipa a ascender ao quarto lugar na competição após um mau início de época.

  C182-2 A liderança é agora repartida entre Tirsense e Rio Ave, ambos com onze pontos, contra dez do Campomaiorense, que foi empatar (2-2), no sábado, à Madeira, frente a o Nacional, e da Académica.

  C182-3 Logo atrás, surge o surpreendente Desportivo das Aves, que foi golear fora o Sporting de Espinho, por 3-0, e a Ovarense -- empate a duas bolas no Algarve com o Louletano --, ambos com nove pontos.

  C182-4 A diferença mínima entre os primeiros reflecte uma vez mais o equilíbrio da prova, tanto mais que o primeiro e o décimo quarto da classificação geral estão separados somente por quatro pontos.

  C182-5 Referência maior para o Espinho, que, depois de, na temporada passada, ter disputado a I Divisão, está a ter um comportamento desastroso, pois é o «lanterna vermelha».

  C182-6 Cinco pontos em oito jogos é muito pouco para um clube que procura o regresso à prova maior do futebol português.

  C182-7 Entretanto, os espinhenses disfrutam da companhia do Penafiel, que foi perder a Viseu por 3-1 e está a repetir a má campanha da temporada anterior.

  C182-8 Em os restantes encontros, o Torrense foi garantir o empate (0-0) em Matosinhos perante o Leixões, enquanto as vitórias tangenciais (1-0) do União de Leiria sobre o Leça e do Chaves contra o Felgueiras, vieram elevar para 22 os golos marcados nesta 8ª jornada, que forneceu quatro vitórias dos visitados, quatro empates e apenas uma vitória fora.

  C183-1 O escudo esteve bastante pressionado, devido sobretudo a vendas especulativas por parte de bancos estrangeiros, e as frequentes intervenções do Banco de Portugal apresentaram-se eficazes, quebrando a tendência de queda, por vezes acentuada, da divisa nacional.

  C183-2 A peseta manteve-se no topo do mecanismo de taxas de câmbio do SME

  C184-1 Era o meu ano de agregação em Filosofia;

  C184-2 conclui-a nesse mês na Sorbonne comentando uma frase de Einstein sobre a compreensibilidade do mundo.

  C184-3 Mas nunca fui um dirigente do movimento, apenas um simples peão.

  C184-4 Tenho 46 anos, ou seja, pertenço exactamente a essa geração, facto de que me orgulho muito.

  C184-5 Penso que em relação a as minhas filhas, que têm hoje 23 e 20 anos, tive muito mais sorte, apesar de ter crescido numa sociedade que era certamente mais autoritária que a de elas.

  C184-6 As relações entre pais e filhos são hoje de melhor qualidade.

  C184-7 As suas filhas compreendem o que se passou em Maio 68?

  C184-8 Compreendem o que é que vocês queriam?

  C185-1 Enviado Especial, RTP 1, com os mineiros portugueses de Espanha

  C185-2 Filões da morte

  C185-3 Em o momento em que a União Europeia decidiu abandonar a exploração do carvão de pedra, existem cinco mil mineiros portugueses no Norte de Espanha, nas províncias de León e das Astúrias, condenados a assistir ao encerramento das minas onde trabalham.

  C185-4 Partiram para um El Dorado, deparam-se agora com a perspectiva de uma reforma antecipada ou do desemprego forçado.

  C186-1 A UE é o principal parceiro comercial da Rússia, representando 37 por cento do total das trocas comerciais contra 24 por cento no caso de as restantes ex-repúblicas soviéticas, ou quatro por cento com os Estados Unidos.

  C186-2 Com exportações para a UE de 15,5 mil milhões de ecus e importando o equivalente a 11,5 mil milhões, a Rússia mantinha em 1993 um excedente comercial, face a os europeus, de $quatro mil milhões de ecus.

  C187-1 Não é de estranhar, porque entre os comensais reunidos no dia 29 de Agosto em casa do romancista norte-americano William Styron, prémio Pulitzer, em Martha's Vineyard, uma ilha ao sul de Boston, Massachusetts, não se encontrava apenas o Presidente dos Estados Unidos, mas sobretudo esses dois grandes obcecados dos livros que são o Nobel colombiano Gabriel García Márquez e o mexicano Carlos Fuentes, último prémio Príncipe das Astúrias de Literatura.

  C187-2 Toda a gente acreditou que essa reunião, realizada em plena crise dos «balseros» cubanos, tinha sido programada para falar da nova crise aberta entre Cuba e os Estados Unidos e, dada a personalidade dos convivas -- García Márquez tem uma relação estreita com Castro e Fuentes defende o fim do embargo norte-americano para que se inicie uma nova etapa no longo contencioso da ilha caraíba com o seu poderoso vizinho --, deu-se como ponto assente que Cuba tinha de ter sido «o» assunto.

  C188-1 A o conseguir o quinto tempo na «super pole», com 1m 14, 511 s, Amorim ficou a 836 milésimos de segundo da «pole position" de Fabrizio Giovanardi, em Alfa Romeo 155, e vai partir hoje da terceira linha da grelha de partida, depositando grandes esperanças na corrida:

  C188-2 «O carro está bem equilibrado e estamos esperançados para a corrida».

  C188-3 Amorim ainda tentou na «super pole» um melhor resultado, mas cometeu um excesso na chicane:

  C188-4 «Confesso que entrei depressa demais.

  C188-5 O carro atravessou-se, primeiro para a direita e depois para a esquerda, o que me levou a tirar o pé do acelerador.

  C188-6 O resto correu bem, mas a volta já estava comprometida."

  C188-7 Quanto a Pedro Matos Chaves, o piloto português esteve uns furos abaixo de o habitual, não conseguindo com o seu BMW Série 3 melhor que o oitavo tempo, com 1m 14, 667 s, o que o deixou fora de a «super pole».

  C188-8 O carro alemão teimou em não se adaptar ao traçado do circuito, o que deixou Chaves algo desalentado, até porque experimentava em Barcelona algumas novidades aerodinâmicas que deveriam melhorar as «performances» do seu carro.

  C189-1 São jovens, de facto.

  C189-2 Também por isso, na FPJ pensa-se já em Sydney.

  C189-3 E espera-se o mesmo de sempre.

  C189-4 Que para o próximo ciclo olímpico o projecto não seja para dois, mas para quatro anos.

  C189-5 Como diz João Roquette:

  C189-6 «Espero que o Projecto Sydney comece no dia em que eles chegarem ao aeroporto, no regresso de Atlanta."

  C190-1 Qual foi a opinião que já exprimiu aos parceiros (e ao Governo) sobre a concertação estratégica proposta por o" Plano Cavaco"?

  C190-2 Há muito que defendo que os acordos de concertação social devem ultrapassar as dimensões temporal e de conteúdo que têm tido.

  C190-3 Os acordos de concertação social têm vigorado sempre por um ano.

  C190-4 Agora temos uma proposta, inovadora, de médio prazo, ajustada a todo este ciclo que o país vai atravessar de 1995 a 1999.

  C190-5 Parece-me lógico ligar um acordo de concertação social ao Quadro Comunitário de Apoio (QCA) e ao PDR, na vertente específica de um acordo de concertação social e, mais do que isso, porque o primeiro-ministro afirmou aqui, na reunião, que está disposto a que o próprio acordo contemple medidas de acompanhamento e de avaliação do QCA e do PDR, visto que pode acontecer que os cenários macro-económicos e macro-sociais se alterem face a o previsto no PDR e no QCA.

  C190-6 E essas alterações deverão ser discutidas com os parceiros sociais e não apenas decididas por o Governo.

  C191-1 (mandar para os gráficos)

  C191-2 Negócios no Oriente

  C191-3 Uma questão de tamanhos diferentes

  C191-4 Dois empresários, um chinês de Hong Kong e outro português, encontram-separa falar de negócios.

  C191-5 O primeiro começa por explicar que está ligado à construção de um prédio para habitação e que tem tido dificuldades em encontrar uma fornecedora de material sanitário nas medidas exigidas.

  C191-6 Porquê?

  C191-7 Porque a exiguidade de espaço em Hong Kong é tal que até um metro quadrado de um apartamento para habitação social custa ouro, como quem diz, entre 600 e 800 contos.

  C191-8 Para que se aproveite o espaço ao máximo, há zonas que têm de ser «encolhidas», o que acontece com a casa de banho.

  C191-9 Por isso, em Hong Kong as medidas-padrão ficam muitos centímetros abaixo.

  C192-1 «A o princípio, quando vi ali o carro, sempre pensei que fosse o engenheiro que vinha vistoriar a obra.

  C192-2 Depois, como ele nunca mais saía, comecei a espreitar.

  C192-3 Foi então que o vi tirar a boina e umas barbas pretas», contou José Lopes.

  C192-4 O pedreiro adiantou que ainda esteve tentado a dirigir-se ao carro «e dizer ao fulano que o Carnaval já acabou».

  C192-5 Só não o fez porque o empreiteiro da obra o demoveu.

  C192-6 Mais tarde, o Ford Fiesta voltou a parar no mesmo local -- à esquina da rua da Pensão Beira Baixa, onde Carlos Miguel almoçou, e também muito próximo de um eucaliptal onde o rapto se consumou.

  C192-7 Só que, desta feita, o homem, em vez de a barba, tinha bigode, a boina desaparecera e trazia óculos escuros.

  C192-8 José Lopes garante ser o mesmo que vira durante a manhã e que estava a fazer uma chamada através de um telemóvel.

  C192-9 O filme do rapto

  C194-1 O estudante nunca falsifica uma assinatura, deixa descansar o seu encarregado de educação, que vê em ele um grande futuro.

  C194-2 O estudante não bebe, saboreia.

  C195-1 Brennan e Laurent Filipe revelam uma maior segurança instrumental, a bateria de Acácio Salero (visiense apostado em desmentir a macrocefalia nacional que no jazz é pouco menos do que ditatorial) mantém um grau de atenção ao que se passa à sua volta absolutamente indispensável à afirmação de qualquer bom jazzman, e o contrabaixo de David Gausden, embora fraquejando quando lhe compete marcar o sentido da marcha, cumpre razoavelmente a sua função colectiva.

  C195-2 Uma palavra final para sublinhar três elementos essenciais, clara e inteligentemente valorizados por Patrick Brennan: o prazer e a alegria de tocar (sem os quais, aliás, a música de Monk é inacessível), relembrando que, mais do que um emprego, o palco é um local de paixão; o peso do humor no desenvolvimento das notas e, acima de tudo, a sua presença peripatética, mesmo quando instrumentalmente afastado do discurso, dançando os silêncios e coreografando os tempos.

  C195-3 É esse um dos grandes segredos da música do pianista (cujos bailados foram, quase sempre, interpretados como uma mera excentricidade exibicionista).

  C195-4 É que é a dançar que Monk se entende.

  C196-1 Favoritos em frente na Taça do Grand Slam

  C196-2 O croata Goran Ivanisevic, o norte-americano John McEnroe, o checoslovaco Petr Korda, o francês Henri Leconte e o holandês Richard Krajicek foram os primeiros a assegurar a passagem à segunda ronda da Taça do Grand Slam em ténis, competição que está a ser disputada em Munique (Alemanha) e que está dotada com seis milhões de dólares (cerca de 840 mil contos) em prémios.

  C196-3 Ivanisevic, nº 4 do «ranking» mundial, encontrou algumas dificuldades para bater o francês Guy Forget (7-5 e 6-4), acabando por se impôr na batalha do serviço.

  C196-4 O francês conseguiu dez ases no encontro, contra 17 do croata, que está perto de atingir a incrível marca de mil ases este ano.

  C196-5 Ivanisevic vai defrontar na segunda ronda o norte-americano John McEnroe, que eliminou o sueco Niklas Kulti (6-1 e 6-4).

  C196-6 McEnroe, que nas últimas semanas tem evitado os jornalistas, depois de ter admitido dificuldades no seu casamento com a actriz Tatum O'Neal, voltou a jogar o seu melhor ténis, empolgando a assistência com todo o seu repertório de pancadas espectaculares.

  C196-7 Henri Leconte, que venceu o sul-africano Wayne Ferreira (3-6, 6-3 e 6-0), vai defrontar na próxima ronda o vencedor do encontro entre Pete Sampras (EUA) e Alexander Volkov (Rússia).

  C196-8 Também Petr Korda não encontrou facilidades para derrotar o australiano Wally Mansur (2-6, 7-5 e 6-4), esperando agora por o norte-americano Michael Chang, que bateu o seu compatriota André Agassi (6-4 e 6-2).

  C196-9 Por fim, o jovem holandês Richard Krajicek teve o encontro mais fácil desta primeira ronda, batendo o espanhol Emílio Sanchez (especialista em pisos mais lentos) por 6-3 e 6-2.

  C196-10 Em a próxima jornada, Krajicek defrontará o vencedor do encontro entre Stefan Edberg (Suécia) e Michael Stich (Alemanha).

  C196-11 «Mundiais» de atletismo confirmados para Estugarda

  C197-1 Eles representam mais um aborrecimento do que uma ameaça para o Governo, comentou Sergio Ramirez, o sandinista que preside ao Parlamento.

  C197-2 «O perigo é a internacionalização do conflito, por causa de a instabilidade que os grupos armados causam nas zonas onde operam».

  C197-3 Tony Bryant, líder de os" Comandos L", uma organização hostil ao regime de Fidel Castro e sediada em Miami, admitiu a o" Washington Post" que está a ajudar os «Recontras» na luta contra Violeta Chamorro e os sandinistas.

  C198-1 Identificado corpo de Alain Fournier

  C198-2 O corpo do escritor francês Alain Fournier, autor de" O Grande Meaulnes", morto no começo da I Guerra Mundial, foi formalmente identificado, anunciou ontem a Direcção Regional de Assuntos Culturais Franceses, na cidade de Metz.

  C198-3 Os despojos do escritor francês era um dos 19 cadáveres descobertos em Novembro, na região de Verdun, local da batalha contra o exército alemão onde se sabia que Alain Fournier tinha sucumbido.

  C198-4 O autor de" O Grande Meaulnes pertencia ao 288º Regimento de Infantaria que aí combateu.

  C198-5 O seu corpo foi identificado por antrometria, sem qualquer margem para dúvidas, por a equipa chefiada por o antropólogo Fredéric Adam, que comprovou a estatura do esqueleto, a sua idade à data da morte e a compleição física, por comparação com documentos da época.

  C198-6 Contra a lenda que falava da morte por tortura do escritor, às mãos de soldados alemães, os exames efectuados por Adam demonstram que «a morte de Henri Alban Fournier, dito Alain Fournier, se deveu a impactos de balas».

  C198-7 Foi em 22 de Setembro de 1914.

  C199-1 Não, de todo.

  C199-2 O que acontece é que, na altura em que foram feitas as estimativas das receitas no orçamento, era já sabido que o cenário internacional adiantado por o Fundo Monetário Internacional poderia ser optimista.

  C199-3 Isso implicou uma maior incerteza e estimativas acrescidamente prudentes.

  C199-4 A confirmação de que as perspectivas de crescimento não são, afinal, tão favoráveis só veio validar essa abordagem.

  C199-5 Quer dizer que nunca se acreditou num crescimento de três por cento e que a estimativa da receita foi feita, desde o início, a pensar em dois por cento ou menos?

  C200-1 Os outros operadores são os membros negociadores (intervêm na negociação em bolsa, introduzindo directamente no sistema ofertas de compra ou de venda) e os membros compensadores, que além de as funções dos anteriores, participam, designadamente, nos procedimentos de liquidação de contratos nas datas de vencimento e no processo de constituição, substituição, redução e libertação de garantias.

  C200-2 O futuro sobre OT-10 (uma taxa de juro de longo prazo) conta, à partida, com nove «market makers, significativamente mais do que os cinco que cumprirão indêntica função para o futuro sobre o Psi-20 (um índice bolsista calculado para uma carteira de 20 títulos).

  C200-3 O contrato sobre a Lisbor a três meses (taxa de juro de curto prazo, correspondente à média das taxas praticadas no mercado monetário interbancário) só começará a ser negociado no início de Julho mas já tem garantidos seis «market makers».

  C201-1 Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), Portugal exportou 265,2 milhões de contos e importou 521 milhões de contos, durante os primeiros cinco meses de 1995, o que resultou num défice comercial de 255,8 milhões de contos.

  C201-2 A taxa de cobertura das importações por as exportações melhorou, situando-se em 50,9 por cento, contra 45,1 por cento nos cinco primeiros meses de 1994.

  C201-3 Em Maio verificou-se um aumento de 19,3 por cento nas exportações e uma queda de 4,3 por cento nas importações, o que permitiu uma diminuição de 19,2 por cento no défice comercial mensal, em relação a o mesmo mês de 1994.

  C201-4 As compras aos PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa) aumentaram 45,5 por cento de Janeiro a Maio deste ano, face a idêntico período de 1994, enquanto as vendas ao Japão subiram 34,6 por cento no mesmo período.

  C202-1 «O caso tem sido absolutamente devastador para a agência... tanto em termos de público como internamente», disse um funcionário da Administração.

  C202-2 «Temos de o ultrapassar... a fim de restaurar a confiança do Congresso e do público».

  C202-3 O presidente cessante da comissão senatorial de serviços secretos, Dennis DeConcini, democrata do Arizona, afirmou:

  C202-4 «Creio que era tempo de Woolsey sair».

  C202-5 E deu como motivos ele não haver despedido quadros que não conseguiram detectar a tempo o trabalho de sapa que Aldrich Ames andava a realizar.

  C203-1 A banda sonora de «Thirtysomething» é a de uma série televisiva, domínio onde a música vem sendo tratada pior que no cinema.

  C203-2 Claro que também faz os usuais recursos a fundo de catálogo, mas logo a esse nível há uma selectividade fora de o comum, e os temas repescados de Ray Charles como de Rickie Lee Jones são não apenas canções clássicas, como concordam absolutamente com o espírito da série.

  C203-3 Mais importante que isso, a música composta por Snuffy Walden não é um mero adereço, mas surge como outro personagem de «Thirtysomething», de algum modo participando do seu enredo e da sua lógica, mas com a diferença de ser de carácter musical.

  C203-4 Predominantes no trabalho de Walden são guitarra e piano, mas os instrumentos que usa são relíquias do início do século passado, porque estes têm em seu entender mais carácter, ou, se se preferir, um som mais distintivo.

  C203-5 Empregou, para além de isso, tons ressonantes e profundos, de forma a aumentar a densidade emotiva.

  C203-6 De aí resulta uma música com uma individualidade peculiar, um misto de pureza e de permeabilidade, mas ao mesmo tempo com um sentido de passado e de amadurecimento.

  C204-1 O ditador terá sabido evitar, assim, as três características que marcaram os regimes totalitários de Hitler e Estaline: modernização, mobilização e expansão.

  C204-2 «Salazar quis reinserir Portugal na sua tradição, não queria a modernização mas a secularização», disse Braga de a Cruz.

  C204-3 Também não tinha veleidades de mobilização, pois «o seu grande intuito foi despolitizar, baixar a febre política».

  C204-4 De o mesmo modo, o seu regime não estava vocacionado para a expansão:

  C204-5 «Ele herdou um império colonial e o seu objectivo foi nacionaliza-lo, conserva-lo».

  C204-6 O historiador sublinhou que António de Oliveira Salazar governou Portugal sob uma Lei Constitucional (a de 1933) que não era «ditatorial»:

  C204-7 «Não há nada em ela que obrigue o regime a ser ditatorial.

  C204-8 Nem sequer havia proibição de partidos».

  C204-9 Como é que, então, aconteceu a ditadura?

  C204-10 «Por a via administrativa».

  C204-11 Através da «policialização do Estado» e do esvaziamento do sistema representativo.

  C204-12 «Com o tempo, o poder legislativo foi transferido para o Governo, esvaziando os poderes da Assembleia Nacional, que funcionou apenas três vezes por ano», disse Braga da Cruz, que, apesar disso, encontra algum «pluralismo» no salazarismo.

  C204-13 «A União Nacional era uma grande frente onde Salazar tolerava algum pluralismo orgânico, nomeadamente a Causa Monárquica, que, em 1961, se não fosse o início da guerra em África, teria mesmo aparecido como alternativa à União Nacional».

  C204-14 «A arte suprema de saber durar»

  C205-1 Saddam Hussein regozija-se com o derrube de Gorbatchov;

  C205-2 Kadhafi, da Líbia, fará o mesmo.

  C205-3 A Bolsa cai e o preço do petróleo sobe.

  C205-4 Quarta-feira, 21

  C206-1 «As pessoas que assistem a tais sessões saiem loucas, histéricas, falam alto, as crianças choram», observa a administração daquele condomínio.

  C206-2 «Todas estas práticas deveriam ter locais específicos.

  C206-3 Segundo se julga, o cinema foi licenciado para exibição de filmes e não para culto», defende.

  C206-4 A finalizar, o protesto solicita uma intervenção do presidente da Junta de Freguesia, «a fim de esclarecer esta situação ou, se possível, acabar com as sessões».

  C206-5 O autarca remeteu cópias do ofício à delegação de saúde responsável por a área de Alverca e à administração da Lusomundo, empresa proprietária da sala de cinema em causa.

  C207-1 Afirmações extraordinárias exigem provas extraordinárias.

  C207-2 Drosnin e muitos dos seus seguidores aceitam acriticamente o episódio Rabin como «prova extraordinária» do código da Bíblia.

  C207-3 Mais grave, a afirmação dos «media» é de que foi «demonstrada cientificamente» a realidade dos códigos.

  C207-4 Ora, a verdade é bem diferente:

  C207-5 não só as técnicas utilizadas não demonstram nada, como as conclusões se baseiam em falácias, como todo o processo nada tem a ver com Ciência, Èpp ß ao contrário de o que as máquinas de propaganda pretendem fazer crer.

  C207-6 A técnica utilizada por Drosnin é muito simples.

  C207-7 Em a descrição que se segue realizo algumas simplificações, bem como uma adaptação do hebraico para o português.

  C207-8 Passo 1: pegue num texto qualquer, de preferência grande.

  C207-9 Passo 2: elimine todas as vogais, espaços e pontuação, ficando apenas com uma longa cadeia de consoantes.

  C207-10 Passo 3: pense num número inteiro, digamos 7.

  C207-11 Passo 4: faça uma bola em torno de uma consoante qualquer da sua cadeia, e a partir de essa em torno de todas as consoantes contadas de 7 em 7 (7ª, 14ª, etc.), construindo uma nova cadeia de consoantes.

  C207-12 Passo 5: pegue na nova cadeia e tente construir uma ou várias palavras com sentido introduzindo vogais onde quiser.

  C207-13 Se sim, Bingo!

  C207-14 Acertou.

  C207-15 Se não, repita os passos 3 a 5 variando o que quiser até conseguir alguma coisa interessante.

  C207-16 Pode, por exemplo, começar a nova cadeia em qualquer das milhares de consoantes à sua escolha.

  C207-17 Ou, em vez de contar de 7 em 7, pode contar de 33 em 33.

  C207-18 Ou acrescentar vogais diferentes.

  C207-19 Tem milhares de milhões de variações ao seu dispor.

  C207-20 Para ter uma ideia, o texto da Torah tem 304.805 consoantes;

  C207-21 o nome de Rabin, na «previsão» de Drosnin, aparece contando cada 4772 letras a partir de a 4333ª.

  C208-1 Descida de 20 por cento registada em Abril

  C208-2 Ponte Vasco da Gama alivia trânsito em Vila Franca

  C208-3 A abertura da nova Ponte Vasco da Gama parece estar a influenciar de uma forma positiva o trânsito na cidade de Vila Franca de Xira.

  C208-4 A Polícia de Segurança Pública vila-franquense efectuou, durante o mês de Abril, um conjunto de recolhas de dados sobre a circulação na cidade e detectou uma redução de tráfego da ordem dos 20 por cento comparativamente com as médias registadas em 97.

  C209-1 A moção apresentada por a bancada socialista defendeu com rigor o projecto do Governo para a criação de regiões administrativas, considerando-o uma boa base de trabalho, e acrescentou-lhe argumentos para impor a necessidade da sua concretização.

  C209-2 Orlando Magalhães recorreu a dados estatísticos para provar que o Norte do país, apesar «de o seu peso económico», tem sido a «região menos beneficiada por os fundos comunitários», em relação a as zonas do Sul e, por isso, menos desenvolvida.

  C209-3 As assimetrias regionais foram, de resto, os argumentos base para defender uma moção que considera a regionalização «uma reforma essencial ao Estado».

  C209-4 A bancada da CDU concordou e reforçou politicamente o teor do documento socialista.

  C209-5 «A regionalização, além de promover o desenvolvimento, favorece a democracia participativa através do voto popular», disse o comunista António Graça.

  C209-6 Por o Pp, Miguel Teixeira começou por defender as virtudes da regionalização com base na sua experiência pessoal:

  C209-7 «Eu nasci e vivi em Vila Real até aos 17 anos e por isso senti na carne o isolamento do interior».

  C209-8 No entanto, o deputado popular acusou «receios de bairrismos exacerbados» e acabou por seguir a linha do líder do partido, ao rejeitar a criação de regiões em favor de mais poder para as autarquias.

  C210-1 Fundos comunitários para empresas do presidente da Câmara de Esposende

  C210-2 Figueiredo pede inquérito às Finanças

  C210-3 O presidente da Câmara de Esposende, Alberto Figueiredo, anunciou ontem, que vai pedir ao ministro das Finanças um inquérito a todos os fundos comunitários que as suas empresas receberam nos últimos anos.

  C210-4 O pedido, feito durante uma conferência de imprensa, surge na sequência das insinuações que o candidato do Pp, Franklim Torres, lhe fez de ter utilizado o seu cargo de presidente da autarquia para obter este tipo de apoios do Governo.

  C210-5 Figueiredo, que se recandidata a um terceiro mandato, considera que o seu adversário «está a insinuar corrupção» e que a sua dignidade foi posta em causa, por isso não tem outro caminho senão «esclarecer estes processos para que não fiquem dúvidas».

  C211-1 Alguns estudos em que foram usadas definições de depressão mais restritas do que as internacionais apuraram taxas mais baixas -- de três a cinco por cento.

  C211-2 No entanto, este especialista, psiquiatra no Hospital de Santa Maria, considera que «não há razões médicas, culturais ou sociais que nos permitam pensar que a frequência da depressão seja diferente no nosso país, por o que os dados internacionas podem ser extrapolados com alguma segurança».

  C211-3 As principais preocupações médicas da actualidade são, segundo Filipe Arriaga, «a elevada morbilidade associada à depressão e ao suicídio».

  C211-4 «A depressão é o principal factor de risco do suicídio, está em primeiro lugar nas causas que levam ao acto suicida», acrescenta.

  C212-1 Primeiro-ministro israelita conferencia amanhã com Arafat

  C212-2 O Primeiro-MINISTRO israelita, Yitzhak Rabin, e o chefe da Autoridade palestiniana, Yasser Arafat, conferenciam amanhã em Erez, ponto de passagem entre a Faixa de Gaza autónoma e o Estado de Israel, afirmou ontem à agência noticiosa France Presse um conselheiro do chefe da OLP.

  C213-1 A peça do jovem dramaturgo Sergi Belbel (Prémio Nacional da Literatura Catalã em 91, 92 e 93) tem muito de futurista.

  C213-2 Mas o futuro de que fala é mais ou menos próximo.

  C213-3 Repressão, discriminação, transgressão são as molas da comédia posta em cena por Inês Câmara Pestana.

  C213-4 O repressor apela para o transgressor e vice-versa.

  C213-5 A repressão do tabagismo, por exemplo, atrai a transgressão.

  C213-6 E é dessa transgressão que nasce o espectáculo cruel do Teatro do Século.

  C213-7 Uma verdadeira dança da morte.

  C213-8 Ou da vida tomada como um desporto de altíssima competição.

  C213-9 É proibido fumar.

  C213-10 Mas toda a gente fuma (às escondidas) incluindo os proibicionistas.

  C213-11 Se, espectador distraído, os nomes de actores como Teresa Roby, Inês Câmara Pestana, António Filipe, Elisabete Piecho, Manuela Pedroso, Marina Albuquerque, Orlando Ségio e Rui David não te dizem nada, aproveita a noite de hoje (às 22h) para ir à Rua de o Século ver o prodígio de uma companhia em que os actores parecem ligados à corrente.

  C213-12 Porque corrente magnética não falta à encenadora, que, em espectáculos como «Crimes e Interlúdios», «Carícias», «Kvetch» e «Zucco», fez do Teatro do Século uma referência incontornável no panorama do teatro português nos anos 90.

  C214-1 Equilíbrio a Norte

  C215-1 Viagem

  C215-2 Uma Volta Por a Prisão

  C215-3 Onde os Espíritos Vivem

  C215-4 Antígona

  C215-5 Crónicas

  C215-6 Assírio & ALvim

  C215-7 Reportagem

  C215-7 Mundo Está a Arder

  C216-1 Angola

  C216-2 Butros-Ghali deixou promessas

  C216-3 O Secretário-GERAL da Organização de as Nações Unidas (ONU), Butros Butros-Ghali, deixou ontem ao princípio da tarde Luanda com a promessa de que até ao fim de Agosto deverão chegar a Angola as unidades de infantaria que faltam para se completar a Missão de Verificação (Unavem III).

  C217-1 Ele pintor, 26 anos, chamado Johnson, ela professora, 28 anos, Edel de seu nome, entraram no carro de um taxista de apelido São Pedro, 40 anos.

  C217-2 A troca de palavras menos agradáveis começou logo, antes de arrancarem, por causa de a curta distância da viagem.

  C217-3 Em o sinal vermelho seguinte, a coisa ficou tão feia que o casal abriu as portas e saiu do carro.

  C217-4 O taxista não se ficou e, com a segurança que a dimensão do seu porte lhe dá, foi atrás de eles, exigindo o seu dinheiro.

  C218-1 A actual administração da TVI, presidida por Miguel Paes de o Amaral, líder do grupo SOCI, e a Antena 3 espanhola assinaram ontem um acordo de parceria estratégica, em que se comprometem a duplicar o actual capital social do quarto canal português.

  C218-2 A Media Capital (do grupo SOCI), que gere a TVI, apresenta assim mais um argumento para a assembleia de credores que se realiza no próximo dia 14.

  C218-3 Em essa assembleia devem ser apresentados, pelo menos, dois projectos de recuperação da TVI: o da Media Capital e da Antena 3 (a principal televisão privada espanhola) e o do grupo Lusomundo, associado ao empresário macaense Stanley Ho.

  C218-4 De momento, ambos os grupos estão em contactos com os vários credores para assegurarem o respectivo apoio, pois é necessário que os votos favoráveis a uma das propostas venham de um conjunto de credores que detenham pelo menos 75 por cento da dívida da TVI, que ascende a 17 milhões de contos.

  C219-1 Entre as mais belas «fotografias de cinema» do mundo as da agência Magnum ocupam o primeiro plano.

  C219-2 São as que procuraram o cinema fora de o cenário;

  C219-3 são as que procuras os actores, mas também os maridos e mulheres e amigos; as cenas de repouso, o cinema no trabalho.

  C219-4 Estas imagens que publicamos de Cartier-Bresson, Robert Capa, Eve Arnold ou Dennis Stock, entre outros, demonstra, uma vez mais, a vocação totalizadora da Magnum, a capacidade em acompanhar de perto fenómenos mais importantes da história da humanidade.

  C219-5 Uma exposição de fotografias, concebida em conjunto com o livro «Magnum-Cinema», poderá ser vista em Fevereiro, em Lisboa, na Culturgest.

  C220-1 Ter como amigos pessoas sábias, bem sucedidas e eventualmente belas é um privilégio.

  C220-2 Digamos que a qualidade dos amigos, para além de a qualidade da sua amizade, constitui para mim um factor importante de qualidade de vida.

  C220-3 Que o meu querido amigo João Carlos Espada tenha acesso aos sabores de uma das tradicionais bolsas da erudição ocidental constitui um contributo, não despiciendo, para a melhoria da minha qualidade de vida.

  C220-4 Mais tarde ou mais cedo, quando nos encontrarmos, usufruirei, eu também, das experiências de que ele agora desfruta.

  C220-5 Entretanto, eu -- e os milhares de pessoas que o leram no Público (da passada segunda-feira) -- vou-me contentando com as suas Cartas de Inglaterra.

  C221-1 Um quarteto formado por Bob Mover (sax alto e voz), Carlo Morena (piano), Pedro Gonçalves (contrabaixo) e João Silvestre (bateria) actua a partir de as 23h, na catedral lisboeta do jazz: no Hot Clube de Portugal.

  C221-2 Uma «autêntica» big band, constituída por 16 músicos, com alguns dos temas mais conhecidos do reportório «standard» liderada por o trombonista Claus Nymark e com a voz de Ana Paula Oliveira: no Speakeasy (Cais da Rocha Conde d' Óbidos -- Armazém 115), às 23h e 01h.

  C222-1 Alguns milhares de trabalhadores afectos à CGTP desfilaram ontem por a baixa de Lisboa em protesto contra a política económica e social do Governo.

  C222-2 Um boneco cabeçudo baptizado de «Santo Cavaco» foi a estrela da manifestação, que partiu dos Restauradores e foi até à Praça de a Ribeira, depois de interromper o trânsito das Ruas do Ouro e da Prata.

  C222-3 O mote dos protestos variou entre «Emprego seguro, garantia de futuro!", «Melhores salários, melhores horários!", «Mais emprego, mais salário, Portugal mais solidário!" ou «Despedir, desmantelar, é Cavaco a governar!"

  C222-4 Em o fim, Manuel Carvalho da Silva, coordenador da CGTP, também ajudou

  C222-5 «Não podemos permitir que a contratação colectiva continue bloqueada, que o desemprego continue a aumentar, que a segurança social, a saúde e a educação continuem a degradar-se».

 


In order to continue using the Java applets, we recommend using Mozilla Firefox 52 ESR (32bit).
We are actively working on replacing all our Java with portable HTML5.


Copyright 1996-2017 | Report a Problem / Contact Us | Printable Version